Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Cabañas é operado, mas médicos não conseguem retirar bala

26 janeiro 2010 - 07h26

Salvador Cabañas passou por uma longa operação nesta segunda-feira, mas a bala segue na cabeça do atacante paraguaio. Segundo o médico Ernesto Martínez, responsável pela cirurgia no hospital Ángeles del Pedregal, na Cidade do México, o paraguaio está em estado grave, mas estável.

Em entrevista coletiva depois da operação, o neurocirurgião afirmou que o atacante paraguaio sofreu um grave traumatismo craniano e que pedaços de ossos foram retirados da cabeça, mas que a bala não foi removida para evitar causar mais danos ao atleta. Martínez não assegurou que Cabañas já está fora de perigo.

- Controlamos o sangramento e conseguimos retirar um coágulo que havia no cérebro. Temos que ter fé e esperança. A bala continua e continuará por muito tempo em sua cabeça. O projétil já não vai causar mais danos. Não há previsão, nem sobre sequelas, não há ideia do que pode acontecer. Esperamos que seja uma situação favorável, porque é um homem jovem e forte, mas não posso assegurar que sua vida esteja fora de risco - disse o médico.

Presente no hospital ao lado de vários jogadores do América do México, o presidente do clube, Michel Bauer, pediu paciência sobre a recuperação de Cabañas e disse que será preciso esperar muitas horas para saber a evolução do paraguaio, que ficará sedado pelos próximos dias.


Tiro dentro de banheiro de bar
Cabañas levou um tiro na cabeça por volta das 5h30m (horário local, 8h30m de Brasília), dentro de um banheiro do “Bar Bar”, na Cidade do México. Segundo a esposa María Alonso Mena, o atleta foi vítima de tentativa de assalto. Mas a Procuradoria Geral de Justiça descartou a possibilidade, pois nenhum pertence do atacante foi levado.

O procurador Miguel Ángel Mancera disse que mais de dez pessoas estão sendo ouvidas sobre o crime para saber com quem Cabañas teve o último contato no bar. Um vídeo da segurança pode ajudar, mas as imagens estão muito escuras e não é possível ver quem atirou no paraguaio.

De acordo com Michel Bauer, presidente do América do México, e com a esposa de Cabañas, o atleta chegou consciente ao hospital e chegou a conversar com María Alonso.

Ele está consciente, falou com sua esposa e lhe disse que vai sair dessa – contou o dirigente antes da operação.

José María González, empresário do atleta, disse que Cabañas ainda mandou uma mensagem aos pais antes da cirurgia:

- Quando me disseram que Cabañas havia sido baleado quase morri. Conversei com sua esposa e ela me disse que ele chegou consciente ao hospital e que lhe pediu para avisar aos pais no Paraguai que estava bem - disse.

O técnico do América, Jesús Ramírez, e alguns jogadores, como Guillermo Ochoa, Pavel Pardo, Daniel Montenegro e Aquivaldo Mosquera, estiveram no hospital para ver como estava o atacante. Atletas paraguaios que atuam no México, como Dante Lopez, do Pumas, também foram ao local dar apoio ao amigo. Basilia Cabañas, mãe do atleta, deixou Assunção e embarcou para a Cidade do México para ficar com o filho.


Copa do Mundo em risco
Cabañas é o principal jogador da seleção paraguaia, que se classificou para a Copa do Mundo e caiu no Grupo F, ao lado de Itália, Nova Zelândia e Eslováquia. A estreia será em 14 de junho contra a Azzurra. O atacante estava no grupo que defendeu o Paraguai na Copa de 2006.

Aos 29 anos, Cabañas tem no currículo a artilharia da Libertadores em 2007 e 2008, quando ficou famoso no Brasil por ter ajudado o América a eliminar Flamengo e Santos com gols decisivos.

Mas, recentemente o jogador virou vilão no time mexicano: perdeu um pênalti contra o Monterrey e viu o América ficar sem a vaga na Libertadores deste ano. Segundo a imprensa europeia, Cabañas estava perto de se transferir para o Sunderland, 13º colocado no Campeonato Inglês.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Menina de 3 anos dormia com a mãe que foi assassinada a facadas pelo ex
POLÍTICA
Bolsonaro diz que auxílio emergencial poderá ter a quarta parcela
JUDICIÁRIO
MP denuncia juiz por ter recebido propina para liberar precatórios
ENSINO SUPERIOR
Ainda sem data, Enem 2020 já tem 6,1 milhões de inscritos
TRÊS LAGOAS
Motociclista é atingida por linha com cerol e garotos que soltavam pipa fogem
ECONOMIA
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
CARTILHA
Tribunal de Justiça lança Guia de Boas Práticas para Pessoas com Deficiência
CAPITAL
Idoso é enganado por golpistas, entrega dois cartões e fica no prejuízo
JUSTIÇA
Ministro do STF nega recurso e mantém pena de prefeito condenado por tráfico
DESCAMINHO
Receita Federal apreende duas toneladas de narguilé contrabandeadas

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
TRÁFICO
Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido