Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Bush visita após passagem de furacão visita à Flórida

15 agosto 2004 - 16h16

O presidente dos Estados Unidos George W. Bush visitou neste domingo a Flórida, um Estado onde as equipes de socorro prosseguem seu trabalho de casa em casa, à procura de pessoas desaparecidas na área mais duramente atingida pelo furacão Charley. Dezesseis pessoas morreram até agora, segundo números ainda preliminares, anunciados pela vice-governadora, Toni Jennings. Segundo as autoridades, a maior parte das mortes foram causadas por acidentes de carro, quedas de postes de energia elétrica e choques na água. O Charley, que varreu o oeste da Flórida, foi o mais devastador desde o Andrew, que causou 12 mortes em 1992 e bilhões de dólares em prejuízos materiais. O presidente Bush, que chegou de Seattle no Air Force One, sobrevoou a área atingida pelo fenômeno de helicóptero, junto com o irmão Jeb, governador da Flórida. O presidente declarou a Flórida Estado de emergência poucas horas depois de o fenômeno devastar o litoral. Isto permitirá que o Estado possa se beneficiar da ajuda federal O adversário democrata de Bush, John Kerry, declarou que não iria à Flórida para não atrapalhar as operações de socorro e fez um apelo para que seus colegas de partido mandassem ajuda para a região. Na sexta-feira, o governador Jeb Bush avaliou os prejuízos em, no mínimo, 15 bilhões de dólares. Depois de sobrevoar a área mais atingida no sábado, afirmou que seu piores pesadelos tinham se tornado realidade. "Nós ainda estamos avaliando os estragos", disse um porta-voz da Cruz Vermelha, Pat McCrummen, entrevistado em Washington. Ele destacou a angústia dos habitantes do Estado, impossibilitados de voltar para suas casas e à procura de membros da sua família. As linhas telefônicas e as centrais celulares estavam fora de funcionamento na maior parte do Estado. Neste domingo, cerca de 1,1 milhão de pessoas continuavam sem energia elétrica. O distrito de Charlotte foi o maios prejudicado, pois, o ciclone era esperado mais ao norte e pegou o local de surpresa. Punta Gorda também foi muito atingida, em especial devido a sua vulnerabilidade com várias casas pré-fabricadas. Cerca de 80% dos prédios desta cidade e três hospitais foram destruídos, afirmam os serviços de emergência.As equipes de socorro, que foram reforçadas por guardas nacionais, militares e policiais, prevêem um balanço maior à medida que os trabalhos de procura avancem. O toque de recolher foi imposto em certas zonas para evitar pilhagens. No centro da Flórida, vários hotéis foram danificados pelo ciclone que atingiu o nordeste do estado antes rumar para a costa atlântica, perdendo força. Os Estúdios Walt Disney, incluindo o parque de diversões, reabriu neste domingo utilizando seus próprios geradores, anunciou uma porta-voz da Cruz Vermelha, Liese Hutchison.Em Orlando, os postos de gasolina foram invadidos por motoristas que temem a falta de combustível na região.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Jovem mata ex-namorado da mãe a facadas após presenciar agressão
SENADO
CPI vai questionar negociações do Itamaraty para garantir cloroquina
ANHANDUÍ
Pedestre morre após ser atropelado por caminhão baú na BR-163
IMUNIZANTES
Saúde receberá 8,2 milhões de doses de vacina até sexta-feira
Homem que abusou da mulher é denunciado por estuprar a filha
FUTEBOL
Costa Rica vence Aquidaunense e retoma a liderança do Estadual
CRIME AMBIENTAL
Animais são abandonados, morrem e mulher é multada em R$ 4 mil
JUSTIÇA
Juiz determina que Carla Zambelli tire vídeo da canção 'Milla' do ar
CAPITAL
Homem morre após cair de três metros ao conferir estoque de loja
TJ/MS
Concurso Extrajudicial terá audiência pública no dia 27 de maio

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
INDÁPOLIS
Homem assassinado em distrito sofreu vários golpes de facão e teve mão decepada
DOURADOS
Juiz manda Câmara exonerar nomeados e realizar novo concurso público