Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905

Burocracia da UFMS deixa curso de Direito sem professores

05 fevereiro 2004 - 10h42

A burocracia da Preg (Pró-Reitoria de Graduação) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul na elaboração do calendário letivo está deixando os acadêmicos de Direito, do período noturno, sem professores. A Preg fixou, diferenciadamente, o início das aulas foi marcado para os acadêmicos oriundos do Vestibular de Inverno para começar no dia 26 de janeiro, enquanto os do Vestibular de Verão, para iniciar-se em março.Como boa parte dos professores que dão aula no curso de Direito à noite são da parte da manhã, estes estariam de férias num período e tendo de dar aulas em outro. Resultado, praticamente nenhum professor apareceu na primeira semana de aulas. Além disso, alguns professores que estão dando aula ameaçam fazer opção pela parte da manhã. "Qual tempo eu terei para planejar aulas, se estarei dando aulas de 26 de janeiro a 18 de dezembro?", questionou um deles. Há ainda o fato de que os professores que dão aula para o curso de Direito da UFMS, que tem quatro notas "A" seguidas no Provão do MEC, são absolutamente volutários, por serem promotores, juízes, advogados. O salário de professor contratado (a maioria), em torno de R$ 300,00, não significa nada perto do que ganham em suas atividades profissionais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Câmara de Dourados aprova projetos de Lei durante sessão ordinária
ARTIGO
Três desejos de uma favelada!
BRASIL
Bolsonaro diz que está aberto a sugestões para recuperação da economia
CONTRABANDO
Veículos com produtos avaliados em mais e R$1 mi são apreendidos
BRASIL
Confiança dos Serviços cresce 2,9 pontos em setembro, diz FGV
TRÁFICO DE DROGAS
Maconha apreendida em caminhão tanque pesou mais de 9 toneladas
DOURADOS
Intervenção na Funsaud chega ao fim após mais de um ano
DOURADOS
Suspeito de conduzir caminhão com 33t de maconha é preso no MT
SAÚDE & BEM - ESTAR
TPM e Hipnose Clínica: O recurso está na mente!
DOURADOS
Planos de escolas particulares serão analisados ‘em período epidemiológico oportuno’

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte