Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Briga entre médicos em parto pode ter causado morte de bebê

24 fevereiro 2010 - 07h03

Um fato lamentável aconteceu ontem no município de Ivinhema segundo afirmou Gilberto de Melo Cabreira, no qual a esposa dele Gislaine que deu entrada no hospital municipal para trabalhos de parto estando acompanhada pelo médico Orozino, que a acompanhou durante todo o pré-natal, e que quando já estava na sala de parto, entrou no local o medico Sinomar que era o plantonista do dia e se sentiu desrespeitado iniciando uma discussão que evoluiu para agressões mútuas.
O fato aconteceu na presença da mãe, que teve que ser reconduzida a um dos quartos do hospital saindo assim da sala e interrompendo assim o trabalho de parto que já havia se iniciado. Acredita-se  que após aproximadamente uma hora e trinta minutos e a mãe foi levada novamente a sala de parto acompanhado pelo medico Humberto quando então foi feita um intervenção cirúrgica (Cesariana), entretanto o bebe nasceu sem vida.

De acordo com informações do site Ivinoticias que durante o pré-natal o bebe estava em boas condições de saúde, as evidencia indiciam a principio que a pancadaria com agressões entre os médicos na presença da Mãe Gislaine a deixou muito nervosa, contribuindo para a morte do bebe.

Para se ter uma idéia o fato foi tão inusitado e sem controle que funcionários do hospital, profissionais da saúde, auxiliares de enfermagem, a segurança do hospital, recepcionista, a secretaria de saúde e a policia militar que foi acionada no momento dos fatos.

E durante o fato vale ressaltar que a mãe mesmo durante a dor do parto suplicava pelo fim do episodio, solicitando que lhe dessem atenção, eis que os médicos continuaram com as agressões e desentendimentos, e que com a interrupção do trabalho de parto é possível que tenha havido perca das forças da mãe, alem do abalo emocional e ainda algum sofrimento do feto, fato que contribuiu para a ocorrência da morte fetal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREIOS
Cadela encontra droga avaliada em R$ 200 mil em encomendas despachadas
ECONOMIA
Senado Federal aprova MP do aumento salário mínimo para R$ 1.045
CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher