Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Brechós invadem a internet e mudam conceito entre as mulheres

10 dezembro 2009 - 14h00

Com uma idéia na cabeça e o armário entupido de roupas, muitas mulheres, principalmente dos grandes centros do país, como Rio de Janeiro e São Paulo entraram de cabeça e montaram brechós virtuais como uma forma cômoda de desfazer daquela roupa que enjoou e estão faturando uma graninha extra.
Em Dourados, a jornalista carioca, Barbara Palomanes, residente no município há mais de sete anos resolveu montar o bazar virtual Terra Brasilis, com o objetivo de desapegar das peças que não usa mais. Compradora compulsiva assumida, ela disse que essa é uma prática que a internet dispõe de oferecer comodidade, somada ao comportamento feminino de reciclar o guarda roupas gastando muito pouco. “O bom de tudo isso é a chance comprar sem sair de casa pagando pouco em peças de qualidade”, ressaltou.
A maioria das mulheres que aderiu essa idéia tem sua profissão e utiliza o blog como um meio de ganhar uma grana extra e disponibilizam peças do seu armário. Entre as variedades encontradas na internet estão blusinhas, calças, sapatos e vestidos seminovos, em bom estado e de grifes desejadas. Os preços valem à pena. Dá para ver perfeitamente a peça e as fotos são bem nítidas. Todos informam os tamanhos, medidas, além de uma breve historinha da roupa.
O brechó virtual funciona assim: a blogueira tira uma foto da peça (no cabide ou vestida) e posta no próprio blog. As primeiras pessoas que mostrarem interesse pela roupa inserem um comentário e depois elas recebem o e-mail de confirmação.
Depois disso, as clientes têm um prazo para fazer o pagamento por depósito bancário. O frete é por conta do comprador, que pode optar por Sedex ou PAC.
Segundo a dona do Bazar Terra Brasilis, já é costume fazer o cálculo da taxa de frete no site dos Correios. "Essa negociação pode ser rápida ou pode durar até duas semanas, às vezes muitas desistem antes de mandar o pagamento. Aí a roupa volta para a venda", explica.
A idéia de montar o bazar virtual surgiu por acaso, após ler uma matéria sobre o assunto. Quando Barbara realizou a sua primeira venda, em menos de uma semana de blog, viu que o negócio dava pé. “Tomei coragem e comecei a desfazer de um monte de peças minhas que tinha dó de vender, pois entendi a proposta de reciclar para renovar”. Entre as peças do blog estão marcas como Lacoste, Arezzo, Cantão, Zoomp, Fórum, MOB, Bob Store, Farm, entre outras.
Já foi época em que brechó era sinônimo de roupas velhas, surradas e fora de moda. Muitos bazares e brechós virtuais fazem sucesso na rede, por se preocupar com a qualidade dos produtos expostos. Barbara destacou ainda que esta “brincadeira” rende em ótimas amizades entre as blogueiras e clientes de várias regiões do país que sempre saem satisfeitas com a compra, pois o importante é a sinceridade na hora da venda. “Já enviei encomendas para o Ceará, Aracajú, Brasília, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso, além de Rio de Janeiro e São Paulo. É incrível o poder de propagação que a internet tem, pois mesmo sem divulgação, em menos de dois meses o blog já alcançou mais de quatro mil acessos, um número significativo”, frisou.
Como marca registrada todo pacote que Barbara envia vai para a compradora, com cada peça em papel de seda colorido, cartão de boas vindas e um brinde especial que pode ser uma biju ou um artesanato feito por ela.
Quem quiser conhecer o Bazar Terra Brasilis é só acessar www.brechoterrabrasilis.blogspot.com/ lá tem um link com vários outros brechós virtuais. Tem bazar para todos os gostos, como roupas para gordinhas, peças retrô, maquiagem, só melissas, só bolsas e também blogs que dão dicas de como montar um visual para determinada ocasião, utilizando e indicando peças dos brechós inscritos.

Veja aqui

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO NEPSIS
Após comando da PM, operação mira pagamento de propina a policiais civis em MS
MATO GROSSO DO SUL
Deputados devem votar cinco projetos na sessão desta quinta-feira
TRÁFICO
Adolescente de 15 anos é apreendido com 23 quilos de maconha
ECONOMIA
Mais de 100 veículos estão disponíveis no segundo leilão de sucata
DOURADOS
Ministro do STJ nega pedido de Braz para suspender decisão que pode custar mandato
TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso transportando toneladas de maconha na BR-463
UFGD
Universitários podem se inscrever em competição de esportes on-line
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 38 milhões
CAPITAL
Golpista clona WhatsApp de vereador e pede dinheiro a pelo menos 30 pessoas
AJUDA DE 600 REAIS
Mais 2,5 milhões de pessoas recebem hoje o Auxílio Emergencial

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher