Menu
Busca sexta, 10 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Zeca do PT cumpre intensa agenda amanhã em Brasília

02 fevereiro 2004 - 17h55

O governador Zeca do PT cumpre nesta terça-feira, em Brasília, uma intensa agenda. O governador viaja no fim da tarde de hoje, para o Distrito Federal, após participar da abertura do ano judiciário. Em Brasília, o governador vai se reunir às 10 horas com o representante da Corporação Andina de Fomento (CAF), José Vicente Maldonado, em seu Gabinete na sede da Subsecretaria de Representação do Estado no Distrito Federal; e, às 11 horas, com a diretoria de Marketing e Comunicação do Banco do Brasil, em busca de patrocínio para a Trilha da Retirada da Laguna. Na parte da tarde, às 14h30, o governador Zeca do PT se reúne com Antonio Lasanse, chefe de Gabinete da Secretaria de Comunicação e Gestão Estratégica do Governo Federal, para discutir outro projeto de turismo histórico, a Trilha da Retirada do Paraguai. Às 15h30 o governador Zeca vai ao Tribunal de Contas da União, acompanhado do secretário de Justiça e Segurança Pública, Dagoberto Nogueira, para discutir as pendências que entravam as obras do presídio de Naviraí. O governador Zeca também terá audiência às 16h30 com o secretário de Produção do Ministério da Indústria e Comércio, Carlos Gastaldoni. Às 17h30 o governador Zeca se reúne com a ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef, para tratar do pólo minero-suderúrgico de Corumbá. No final da tarde Zeca ainda terá encontro com o ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, juntamente com diretores da Rio Tinto, para desdobrar conversas que o governador manteve em Genebra com a diretoria internacional do grupo, detentora do direito de exploração de minério de ferro no maciço de Urucum. A Rio Tinto é um dos grupos que vêm discutindo com o governador Zeca a implantação do pólo minero-siderúrgico em Corumbá.Em relação ao primeiro compromisso do governador nesta terça-feira em Brasília, o diretor da CAF José Vicente Maldonado enviou ofício ao governador Zeca falando sobre a expectativa em torno do estreitamento das relações do Brasil com demais países da América do Sul. O representante da CAF no Brasil destaca a política de integração e a conjugação de esforços na erradicação da miséria. “A evidência de objetivos comuns entre o Brasil e a CAF, principalmente no que se refere a dois pilares fundamentais, quais sejam o Desenvolvimento Sustentável e a Integração Latinoamericana como base para o crescimento econômico e para a erradicação da pobreza em nossos países, me permite ter a confiança que (...) todos os esforços para aprofundar nossas relações institucionais, nos conduzirá a alcançar o cumprimento de objetivos em benefícios mútuos”.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mulher foi atacada com facão pelo filho sem motivo após ele beber
AGLOMERAÇÃO
Bolsonaro abraça pessoas e posa para fotos em padaria de Brasília
CAMPO GRANDE
Condenado a 13 anos, homem é preso sete anos depois do crime
UFGD
Inscrições para contratação de professor visitante vão até o dia 17
RIBAS DO RIO PARDO
Caseiro atira contra ‘invasores’ e descobre que eram parentes do patrão
SOLIDARIEDADE
Campanha do Agasalho Abevê espere arrecadar 38 mil peças de roupa
DOURADOS
Inova Unigran desenvolve protótipos de protetores faciais para doação
ESTALIONATO
Produtor rural perde cerca de R$ 123 mil em golpe de venda de gado
RURAL
MS deve registrar safra de 11 milhões de toneladas, maios da história
TRÊS LAGOAS
Motorista é preso após digirir bêbado por mais de 30 quilômetros

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma mais um caso de coronavírus e Estado chega a 89
COVID-19
Dos casos de coronavírus em Dourados, três estão curados e um internado
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí
DOURADOS
Dupla é presa acusada de tentativa de homicídio e fazer criança como escudo