Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

'Vou esclarecer toda a verdade', diz cafetina brasileira

22 março 2008 - 11h23

A cafetina brasileira Andreia Schwartz, que chegou ao Brasil neste sábado (22), disse no aeroporto de Cumbica, na Grande São Paulo, que pretende "esclarecer toda a verdade". Em rápida declaração, ela afirmou que dará uma entrevista nos próximos dias.

“Vou esclarecer toda a verdade. Vou mostrar. Vou provar. Eu amo todos vocês”, disse ela, ao embarcar no início da tarde para o Rio de Janeiro, de onde ainda neste sábado vai para Vitória.

Segundo o delegado-chefe da Polícia Federal em Cumbica, Marco Antônio Lino, ao desembarcar em São Paulo nesta manhã, Andreia preencheu a ficha de deportação - trâmite obrigatório aos brasileiros deportados - e deixou o aeroporto por um terminal doméstico, despistando a imprensa que a aguardava na área do desembarque internacional.

A saída de Andreia por um terminal doméstico foi um pedido da própria brasileira e, segundo a PF, foi concedido para evitar confusão devido ao grande número de jornalistas no aeroporto.

No mesmo vôo de Andreia, estava o ex-jogador de futebol Pelé que desembarcou em São Paulo. A saída de Pelé pelo desembarque internacional do terminal dois de Cumbica provocou tumulto entre os repórteres.

Dois homens que disseram ser seus amigos aguardavam a chegada da brasileira em Cumbica. Eles afirmaram estar no aeroporto a pedido da mãe de Andreia, que mora no Espírito Santo. Horas depois, por volta das 13h30, Andreia reapereceu no aeroporto, onde embarcou para o Rio de Janeiro.

Testemunha
Por cerca de um mês, ela permaneceu em um presídio onde ficam estrangeiros que aguardam a deportação. Nos Estados Unidos, ela cumpriu a pena de um ano e meio de prisão por tráfico de drogas e por comandar uma rede de prostituição.

Andréia seria uma informante do FBI na investigação que levou à queda do ex-governador de Nova York, acusado de usar regularmente serviços de prostitutas.

A deportação da brasileira estava prevista para acontecer na semana passada, mas foi adiada. Na ocasião, o departamento de imigração dos EUA informou que o adiamento é um procedimento normal e confirmou que promotores interrogaram Andreia no dia 14 de março.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Presidente do TJMS recebe medalhão comemorativo aos 100 anos da Justiça Militar
CAPITAL
Presidente do TJMS recebe medalhão comemorativo aos 100 anos da Justiça Militar
Trabalho híbrido pode piorar qualidade do sono, diz pesquisador
ROTINA
Trabalho híbrido pode piorar qualidade do sono, diz pesquisador
Estado licitará na próxima semana R$ 20 milhões para revitalizar Coronel Ponciano
DOURADOS
Estado licitará na próxima semana R$ 20 milhões para revitalizar Coronel Ponciano
Os ganhos e as perdas do avanço tecnológico
ARTIGO
Os ganhos e as perdas do avanço tecnológico
Sanesul alerta para possível falta de água em bairros
DOURADOS
Sanesul alerta para possível falta de água em bairros
PANDEMIA
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
ESPORTE
Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um só Mundial de Ginástica
BRASIL
União deve fornecer medicamento à portadora de doença no sistema sanguíneo
DOURADOS
Cemitérios municipais só podem receber limpezas particulares até a véspera de Finados
SUÇUARANA
Pesquisadores confirmam presença de onça parda na zona oeste do Rio

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia