Menu
Busca segunda, 02 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Vôlei masculino de Brasil estréia com vitória no Pan

23 julho 2007 - 21h16

O cansaço não fez a diferença. A crise instaurada na equipe após o corte do ex-capitão Ricardinho também não. Assim, a seleção masculina de vôlei do Brasil conseguiu estrear com vitória nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Na noite desta segunda-feira, o time bateu o Canadá por 3 sets a 0, com parciais de 25-19, 25-18 e 25-17.

Antes do Pan, a seleção passou por algumas turbulências. A primeira delas foi a desgastante maratona final da Liga Mundial, que acabou no domingo da semana passada com mais um título para o Brasil. Depois, já cansado da viagem da Polônia ao Rio de Janeiro, o time perdeu um dos seus líderes, o levantador Ricardinho, cortado pelo técnico Bernardinho na noite de sábado.

A ausência de Ricardinho foi sentida. Vários cartazes pediam a volta do levantador ou mostravam apoio ao jogador. Na apresentação da equipe, o técnico Bernardinho chegou a ser vaiado por uma minoria, assim como o seu filho, o levantador Bruninho, que ficou com a vaga do ex-capitão. Nos dois casos, o restante da torcida abafou com aplausos as vaias.

No momento do primeiro saque, o nome de Ricardinho foi gritado por quase toda a torcida. Coincidência ou não, quem fez o primeiro serviço do jogo foi justamente Marcelinho, substituto de Ricardinho no time titular.

Mas os problemas não foram sentidos em quadra. Com um Maracanãzinho lotado, a seleção foi recebida pela torcida com muitos gritos e euforia. O barulho foi maior do que o ouvido nos jogos da equipe feminina do Brasil, que na semana passada ganhou a medalha de prata no Pan.

O Brasil começou o jogo com o levantador Marcelinho, os pontas Giba e Dante, os centrais Gustavo e Rodrigão, o oposto André Nascimento e o líbero Escadinha.

Aproveitando os erros dos canadenses, o Brasil logo abriu três pontos de frente (4-1). Apostando bastante nos ataques de Giba, o time brasileiro manteve a vantagem durante toda a parcial.

A equipe só encontrou um pouco de dificuldade quando o bloqueio canadense funcionou. Mesmo assim, Giba, Dante e André Nascimento viraram a maioria das bolas.

No final da parcial, uma cena constrangedora. Bernardinho colocou Bruninho em quadra, na inversão 5-1. O levantador foi vaiado por parte da torcida, mas os apupos acabaram quando a outra parte passou a gritar o nome do jogador. O set foi fechado em 25-19 com um erro de saque do Canadá.

Na segunda parcial, a vitória foi ainda mais tranqüila. Em pouco tempo o Brasil colocou quatro pontos de frente (11-7). E novamente com um saque para fora dos adversários a seleção fechou o set, desta vez em 25-18.

No terceiro set, a seleção voltou com uma alteração. O meio-de-rede André Heller entrou no lugar de Gustavo. Errando menos, o Canadá pela primeira vez conseguiu ir ao tempo técnico na frente (8-6).

O time só conseguiu virar após uma boa passagem de Dante no saque, com direito a dois aces. A diferença de três pontos conseguida (14-11) foi o suficiente para que o Brasil levasse o set com tranqüilidade até o seu final.


Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Jardineiro preso em aeroporto com maconha que iria para o Maranhão
POTÁVEL
Bolsonaro lança programa que levará água a escolas do Nordeste
Cinco são presos com produtos químicos que seriam levados para Bolívia
Cinco são presos com produtos químicos que seriam levados para Bolívia
UEMS
Últimos dias de inscrição para Especialização em Direito Difusos e Coletivos
PARANAÍBA
Dono de ferro velho é preso por receptação com 80 metros de trilhos
POLÍTICA
Câmara de Dourados aprova 22 projetos de lei em sessão ordinária 
BONITO
Polícia prende traficante e batedor com 380 quilos de maconha e skunk
TJ/MS
Provas do concurso para cartórios extrajudiciais serão realizadas no dia 22
Criança com crises convulsivas no Pantanal é socorrida por avião
NÚMEROS DA PANDEMIA
Média móvel de mortes por Covid no Brasil fica abaixo de mil pelo 3º dia

Mais Lidas

SP
Homem leva menina de 15 anos ao hospital e diz que ela morreu após sexo; polícia investiga
POLÍCIA
Jovem é agredida durante assalto em Dourados
PANDEMIA
Homem e mulher são mais recentes vítimas da Covid-19 em Dourados
PANDEMIA
Jovem de 21 anos e sem comorbidades é vítima do coronavírus em MS