Menu
Busca sexta, 03 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Verba para evitar tragédia bate recorde, mas governo só usa 13%

04 janeiro 2013 - 13h35

O governo federal teve em 2012 a maior verba disponível em dez anos para investir em ações de prevenção contra desastres naturais em todo o país – R$ 3,47 bilhões –, mas só usou 13,6% desse valor no ano, segundo levantamento do G1. Ao mesmo tempo, para remediar as tragédias o governo usou 87% dos R$ 2,27 bilhões disponíveis. É o maior percentual de uso do dinheiro na década.

Os dados estão no Orçamento federal, que prevê quais gastos a União pode fazer durante o ano e autoriza a verba para cada área. Conforme vão aparecendo os projetos, a verba é empenhada (reservada) e, se aprovados, é repassada, ou seja, paga. É a execução da verba, o uso efetivo pela União do dinheiro disponível.

No ano, dos R$ 3,47 bilhões autorizados para ações preventivas, como contenção de encostas, canalização, entre outras para prevenir danos causados por desastres como enchentes e estiagem, apenas R$ 473 milhões foram pagos (13,6% do total). Desse valor, R$ 84 milhões são restos a pagar – dinheiro previsto em anos anteriores, mas pago em 2012.

Já para resposta a desastres, ações de emergência, socorro a vítimas, obras de reconstrução de cidades já atingidas, 87% da verba disponível de R$ 2,27 bilhões foi usada: R$ 1,37 bilhão.

O programa de gestão de risco e resposta aos desastres foi criado em 2012 e também contém ações preventivas, que foram incluídas no levantamento como verba de prevenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Três toneladas de maconha que saiu de Dourados é apreendida em São Paulo
TEMPO
Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
SAÚDE
Idoso de 60 anos pode ser a primeira morte por coronavírus em Três Lagoas
INFORMAIS
Lei que cria auxílio de R$ 600 é publicada no 'Diário Oficial da União'
SIDROLÂNDIA
Bandidos invadem escola, furtam botijões de gás e alimentos
IMUNIZAÇÃO
Caminhoneiros serão incluídos na campanha de vacinação contra gripe
JUSTIÇA
Pedido de exoneração feita por servidor incapaz é considerado nulo
CONVOCAÇÃO
Governo fará cadastro não obrigatório de profissionais de saúde para o SUS
CAMPO GRANDE
Justiça mantém prisão de suspeito de furtar várias vezes mesmo atacadista
BANCO DO BRASIL
Servidores estaduais podem renovar empréstimos consignados com carência

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
CRIME AMBIENTAL
Pescador é flagrado com barco, motor de popa e petrecho de pesca
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações