Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Venda de sentenças pode levar juízes e advogados para a cadeia

17 junho 2011 - 09h12

Os nomes dos 37 denunciados pelo Ministério Público Federal, na Operação Asafe, foram divulgados pelo repórter Alexandre Aprá, do site MidiaNews. Deflagrada em maio de 2010, a operação investiga venda de sentenças no Tribunal de Justiça de Mato Grosso e no Tribunal Regional Eleitoral, envolvendo advogados, juízes, desembargadores, servidores e lobistas.

A Procuradoria-Geral da República em Brasília pediu o afastamento cautelar do desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, do TJ-MT. Provisoriamente, o Superior Tribunal de Justiça já afastou o ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Evandro Stábile; o juiz do TRE, Eduardo Jacob; o desembargador José Luiz de Carvalho e o juiz Círio Miotto.

Em 2010, a revista Consultor Jurídico publicou, que a Polícia Federal apontou 14 casos de intermediação de venda de sentenças, que envolvem advogados investigados por exploração de prestígio, corrupção ativa e passiva e formação de quadrilha, em Mato Grosso. Foi com base nos relatos desses casos que o Ministério Público Federal pediu a prisão de advogados ao Superior Tribunal de Justiça. A PF cumpriu mandados de prisão e de buscas e apreensão, em 2010. Foram presas oito pessoas, na época. Entre elas, cinco advogados.

O inquérito, que resultou na prisão de advogados e contou com uso de grampos telefônicos autorizados, foi originalmente instaurado na 2ª Vara Federal de Cuiabá para apurar denúncias “de que advogados e terceiros estariam manipulando decisões no âmbito da Justiça Eleitoral de Mato Grosso”, de acordo com os autos.

Mas no decorrer das investigações, surgiram indícios de envolvimento do presidente do TRE-MT, desembargador Evandro Stábile, em atividades ilícitas. Por causa da prerrogativa de foro, a competência foi deslocada para o STJ. As investigações apontaram “o possível envolvimento de juízes e desembargadores do TJ-MT e membros atuais e antigos do TRE-MT” em venda de sentenças.

Confira a relação dos denunciados pelo MPF na Operação Asafe:

1 - Célia Cury (advogada e mulher do desembargador José Tadeu Cury)

2- Ivone Reis Siqueira (lobista)

3 - Santos de Souza Ribeiro (maçon)

4 - Claudio Manoel Camargo (genro do desembargador José Tadeu Cury)

5 - Jarbas Nascimento (ex-chefe de gabinete do desembargador José Tadeu Cury)

6 - Rodrigo Vieira (advogado e genro do desembargador José Tadeu Cury)

7 - Alessandro Jacarandá (sócio de Célia Cury)

8 - Max Weyzer Mendonça (advogado)

9 - Tarcisio Camargo (advogado)

10 - Círio José Miotto (juiz substituto de 2º grau afastado do TJ/MT)

11- José Luiz de Carvalho (desembargador do TJ/MT)

12 - Eduardo Jacob (advogado e juiz membro afastado do TRE/MT)

13 - Donato Fortunato Ojeda (desembargador aposentado do TJ/MT)

14 - Maria Abadia (advogada e ex-juíza membro do TRE/MT)

15 - Evandro Stábile (desembargador afastado do TJ e ex-presidente do TRE/MT)

16 - Eduardo Gomes (advogado)

17 - Eduardo Gomes Filho (advogado)

18 - Renato Vianna (advogado e ex-juiz membro do TRE/MT)

19- Alcenor Alves de Souza (ex-prefeito de Alto Paraguai)

20 - Bruno Alves de Souza (sobrinho do ex-prefeito de Alto Paraguai)

21 - Diane Vasconcelos (prefeita de Alto Paraguai e mulher de Alcenor)

22 - Luiz Carlos Dorileo de Carvalho "Zizo" (lobista)

23 - Lóris Dilda (Acusado de matar o irmão)

24 - Moacyr Franklin

25 - André Castrillo (advogado)

26 - Modesto Machado Filho

27 - Rafael Tavares (servidor do TJ/MT)

28 - Carlos Aberto Alves Rocha (desembargador do TJ)

29 - Antonio

30 - Carlos Eduardo

31 - Carvalho Dias

32 - Maristela

33 - João Batista

34 - Edson

35 - Thiago

36 - Bruno

37 - Luciana

Fonte: Midia News

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-463
Polícia autua motorista de aplicativo por tráfico de drogas e corrupção de menores
CORUMBÁ
Estrangeiros são presos com 180 mil dólares e tentam subornar militares
AÇÃO CONJUNTA
Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em Rio Brilhante e mira casa de ex-prefeito
PAULISTÃO
Corinthians e Palmeiras começam a decidir estadual nesta quarta
LEGISLATIVO
Pedido de calamidade pública e outros dois projetos devem ser votados hoje
DOURADOS
Agesul anuncia empresas que vão duplicar e construir passarela na MS-156
ESTRELA PORÃ
Dupla de moto dispara contra casal e deixa homem ferido próximo a bar
CAMPO GRANDE
Justiça mantém bloqueio de R$ 10 mi de empresários contratados para atuarem no Aquário do Pantanal
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia prende dupla que contratou guincho para carregar veículo com drogas
DOURADOS
Acusada de estelionato paga fiança e vai responder em liberdade

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
DOURADOS
Condutor de veículo que atropelou ciclista e fugiu sem prestar socorro é identificado
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos