segunda, 24 de junho de 2024
Dourados
21ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE

UTIs vão reforçar hospitais de campanha no Rio Grande do Sul

25 maio 2024 - 18h40Por Redação

Cinco leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) serão destinados, ao longo dos próximos dias, aos hospitais de campanha que realizam o atendimento a vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Compostos por camas hospitalares, ventiladores pulmonares, monitores multiparamétricos, bombas de infusão volumétrica e suportes para bombas, os equipamentos, de acordo com o Ministério da Saúde, já estão em Porto Alegre.

Os equipamentos devem ser distribuídos aos três hospitais de campanha em funcionamento, localizados nos municípios de Canoas, Porto Alegre e São Leopoldo, e também ao hospital de campanha de Novo Hamburgo, que entra em funcionamento às 19h deste sábado (25).

Ao todo, seis médicos, três enfermeiros e técnicos de enfermagem vão prestar atendimento 24 horas por dia em Novo Hamburgo. A nova unidade tem capacidade para realizar entre 150 e 200 atendimentos diários.

“Os novos leitos de UTI serão importantes para garantir a segurança dos profissionais e dos pacientes que necessitam do manejo e de cuidados críticos”, destacou a pasta, ao citar a importância de garantir o cuidado integral e a assistência continuada de forma segura.

Atendimentos
Dados do ministério indicam que, desde o dia 5 de maio, profissionais da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Sul realizaram mais de 5,8 mil atendimentos em resposta aos impactos das enchentes na região.

O hospital de campanha de Canoas registrou 2,8 mil atendimentos, enquanto a unidade de Porto Alegre contabilizou 970 e a de São Leopoldo, 221.

“Além disso, as equipes móveis também atenderam 1,6 mil pessoas, realizaram 60 remoções aéreas e 192 atendimentos psicossociais”, informou o ministério.

Novos voluntários
Também neste sábado, 40 novos voluntários da Força Nacional do SUS chegaram ao Rio Grande do Sul para reforçar os atendimentos e ampliar a assistência em saúde no estado.

O grupo é composto por emergencistas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e se juntou à equipe, promovendo a troca de profissionais e a inclusão de novas categorias, como técnicos de enfermagem, para diversificar e ampliar a capacidade de atendimento nos hospitais de campanha.

“A chegada dos novos profissionais tem o objetivo de permitir que equipes volantes, compostas por médicos e enfermeiros, atuem simultaneamente em locais classificados como prioritários no estado”, informou o ministério.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulher mata companheiro com golpe de faca no pescoço
DOURADOS

Mulher mata companheiro com golpe de faca no pescoço

Após oito dias, incêndio no Parque Nacional do Itatiaia é extinto
MEIO AMBIENTE

Após oito dias, incêndio no Parque Nacional do Itatiaia é extinto

EM PAUTA

Barroso diz ver 'potencialidades' na IA, mas afirma que 'massificação da desinformação' preocupa

Ossuna Braza e Marcos Assunção abrem o Som da Concha 2024; show será no dia 7 de julho
ENTRETENIMENTO

Ossuna Braza e Marcos Assunção abrem o Som da Concha 2024; show será no dia 7 de julho

A discussão sobre o Aborto....
ARTIGO

A discussão sobre o Aborto....

BR-262

Quatro são presos por tráfico e carga de droga é interceptada

BRASIL

Grandes usinas solares igualam capacidade da hidrelétrica de Itaipu

ESPORTES

Corumbaense goleia Novo e chega invicto à decisão do Estadual Sub-13E

DEBATE

Operadoras poderão ser obrigadas a oferecer planos de saúde individuais

CULTURA

IV Feira da Literatura de MS começa na quarta-feira em Dourados

Mais Lidas

OPORTUNIDADE

Frigorífico abre 360 vagas de emprego em Dourados

DOIS IRMÃOS DO BURITI

Prefeitura de MS abre concurso com salários que ultrapassam R$ 14 mil

CAMPO GRANDE

PMs sequestraram motorista de caminhão para roubar droga

DOURADOS

Final de semana permanece quente e seco, mas temperatura despenca nos próximos dias