Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Uso de cartões de crédito para pagamento de jogos de azar 'online' pode ser proibido

01 dezembro 2012 - 13h00



O uso de cartões de crédito emitidos no Brasil para pagamento de apostas em jogos de azar e aquisição de pornografia infantil na Internet pode ser proibido. A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) analisa nesta quarta-feira (5) Projeto de Lei do Senado 121/2008 que impede a movimentação financeira. A proposta, de autoria do senador Magno Malta (PR-ES) tramita em conjunto com o PLS 255/2009, do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).


Pelo texto, as empresas de cartões de pagamento não podem autorizar operações de crédito ou débito na Internet para participação em jogos de azar. Também fica proibido o uso do cartão para aquisição de filmes, textos, fotografias de sites que oferecem material pornográfico envolvendo a participação de menores de 18 anos.

Magno Malta disse que a ideia é limitar o acesso de internautas a jogos ilícitos de pornografia infantil. Sem a facilidade do cartão de crédito, o usuário teria de fazer uma ordem bancária para as despesas com esses sites, o que o obrigaria, por exemplo, a ir até uma agência bancária para o pagamento.

Para o relator da matéria na CCT, senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), a proposta é “oportuna e inovadora” por dificultar e até mesmo impedir a prática de ilícitos através da rede mundial de computadores.

A matéria ainda será apreciada pelas Comissões de Assuntos Econômicos (CAE); de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA); e, em decisão terminativa, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Audiência pública

Também na pauta da CCT requerimento do senador João Capiberibe (PSB-AP) solicitando a realização de audiência pública para debater a Política Energética Brasileira. A intenção do senador é discutir os desafios e oportunidades para uso do petróleo e gás natural.

Entre os convidados para o debate estão representantes do Ministério de Minas e Energia; o diretor do Instituto de Eletrotécnica e Energia, professor Ildo Luís Sauer; o professor do Instituto Luiz Alberto de Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da UFRJ Luiz Pinguelli Rosa; pesquisadores e especialistas no setor.

A CCT deve analisar ainda 59 projetos de decretos legislativos autorizando a execução de serviços de radiodifusão sonora e comunitária. A reunião da comissão está marcada para as 9h, no Plenário 13 da Ala Alexandre Costa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Senado aprova extensão de auxílio de R$ 600 a mais de 30 categorias
JUSTIÇA
Dono de apartamento deve indenizar vizinhos em R$ 20 mil por infiltrações
BRASILÂNDIA
Bêbado, homem bate no enteado de seis anos, agride esposa e vai preso
CONCURSO
Ebserh publica edital para contratação de até 6 mil profissionais
SELVÍRIA
Polícia descobre falso site de leilões e recupera R$ 22 mil de golpe
AUXÍLIO
Bolsonaro assina lei que cria ajuda de R$ 600 a informais, mas veta 3 trechos
DISSEMINAÇÃO
Paraguai proíbe viagens de carro pelo país em prevenção ao coronavírus
ECONOMIA
Prazo para entrega da declaração do IR é prorrogado para 30 de junho
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
DOURADOS
Homem é preso após furtar produtos de supermercado no Flórida

Mais Lidas

REGIÃO
Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital
COVID-19
Primeiro óbito por coronavírus do Estado é registrado em Dourados
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
COVID-19
MS tem oito confirmações de coronavírus em 24h e suspeitos chegam a 51