Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99659-5905
PARALISAÇÃO

TST considera greve nos Correios abusiva

28 setembro 2017 - 17h50Por Redação

Na tarde desta quinta-feira (28), o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Emmanoel Pereira, reconheceu como abusiva a paralisação de empregados dos Correios, iniciada no último dia 19.
 
Em seu despacho, o ministro declarou que “houve adesão à greve com a negociação ainda não encerrada, o que implica na abusividade”.
 
Segundo o magistrado, neste caso, “cabe ao empregador adotar as providências que entender pertinentes, conforme sua conveniência, partindo da premissa de que para tais trabalhadores não há greve, mas simplesmente ausência ao trabalho, desvinculada de qualquer movimento paredista”.
 
Diante da decisão, os empregados que aderiram à paralisação devem retornar aos seus postos de trabalho imediatamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Após operação da Gaeco, novo comando da PM assumirá na quinta-feira
DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Testes de coronavírus passam a ser diários no drive-thru em Dourados
ARTIGO
Seja como um bom soldado!
BRASIL
Barroso recebe presidentes da Câmara e do Senado para discutir eleição
DOURADOS
Um dia após toque de recolher estendido, prefeitura publica lei que define atividades religiosas como essenciais
CAMPO GRANDE
Polícia encontra depósito com mais de 3t de maconha e prende quatro pessoas
PANDEMIA
Fundesporte estuda realizar corridas de rua com distanciamento entre participantes
IPEA
Setor agropecuário pode crescer até 2,5% apesar da Covid-19
MEDICAMENTOS
Mato Grosso do Sul é destaque no Senado por ação humanitária no Amapá

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dois meses após decreto de emergência, Dourados confirmou 127 casos de Covid-19
PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h