Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Três projetos de MS disputam prêmio do Banco do Brasil

07 outubro 2005 - 16h12

 Três projetos sociais do Mato Grosso do Sul são finalistas da edição 2005 do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. A premiação, uma iniciativa da Fundação em parceria com a Petrobras, identifica e seleciona soluções de transformação social de baixo custo. Aplicadas com sucesso em determinadas comunidades, essas soluções sociais podem ser reaplicadas em escala em outras regiões do País. O Prêmio também tem o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), e da empresa de auditoria PricewaterhouseCoopers.Um total de 40 tecnologias, selecionadas entre 658 inscritas, disputam oito prêmios no valor de R$ 50 mil cada - um por região do País e três nas áreas de Educação, Direitos da Criança e Recursos Hídricos. “Os projetos de Mato Grosso do Sul exemplos da diversidade de soluções possíveis para os problemas sociais do País”, afirma o presidente da Fundação Banco do Brasil, Jacques Pena. Os vencedores serão anunciados no dia 24 de novembro, em São Paulo. A lista das 105 tecnologias certificadas pelo júri, incluindo as finalistas, estão disponíveis no site www.fundacaobancodobrasil.org.brFinalistas - Cerca de 5 milhões de crianças e jovens, entre cinco e 17 anos, são vítimas de trabalho infantil no Brasil; 85% desse total se matriculam no ensino regular e somente 34% terminam o curso. Com base nesses dados, a entidade Girassolidário criou o projeto educacional Direito de Crescer, um dos três concorrentes ao Prêmio, no Mato Grosso do Sul. O objetivo é estabelecer um processo de conscientização das crianças e de suas famílias, visando à formação familiar integral. A entidade selecionou os atendidos entre 900 famílias em situação de risco social, preferencialmente filhos de trabalhadores carvoeiros, residentes no município de Ribas do Rio Pardo. O processo educacional ocorre por meio de oficinas realizadas com os educandos e seus pais, separadamente, utilizando metodologia e linguagem adaptadas para cada grupo, e estimulando o crescimento pessoal de todos. Para compensar a falta de renda que vinha do trabalho infantil, cada atendido recebe uma bolsa mensal de R$ 100,00. O controle de resultados do projeto é realizado por meio de visitas periódicas de uma assistente social e do acompanhamento do coordenador geral.Outro finalista do Mato Grosso do Sul, na área de Educação, é uma iniciativa da Moderna Associação Campograndense de Ensino

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem é preso pela polícia com submetralhadora escondida no interior de veículo
Jovem é preso pela polícia com submetralhadora escondida no interior de veículo
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil passa de 362 mil mortes por Covid, com 3.462 registradas em 24 horas
SONORA
Acusado de matar a ex-mulher com 10 facadas é preso se escondendo em cemitério
JUDICIÁRIO
Plenário do STF mantém decisão que determinou instalação da CPI da Covid
PEDRO JUAN
Atingido a tiros por pistoleiros, homem dirige caminhonete até hospital
COVID-19
Saúde de MS recebe 45.416 medicamentos do kit intubação
OPERAÇÃO HÓRUS
Veículos carregados com contrabando são apreendidos
CORONAVÍRUS
Com estoque em situação crítica de 'kit intubação', Dourados segue com UTIs lotadas
INFRAESTRUTURA
Governo de MS renova corredores de ônibus em Dourados
Motorista atropela e mata atual marido da ex e deixa bebê em estado grave

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Soldado da Polícia Militar é encontrado morto no interior de residência
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem encontrado morto pode ter envolvimento em esquema de agiotagem internacional
CASA PRÓPRIA
Prefeitura abre recadastramento habitacional em Dourados