Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Termina hoje prazo de agendamento no Simples Nacional 2013

28 dezembro 2012 - 16h25

Termina nesta sexta-feira, dia 28 de dezembro, o prazo para as micro e pequenas empresas fazerem o agendamento no Simples Nacional 2013. O processo facilita o ingresso no sistema de tributação diferenciado, criado pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, em 2006, que permite o pagamento de até oito impostos em um só.

O agendamento permite a verificação prévia de pendências jurídicas e fiscais que podem interferir na concessão do imposto e dá tempo ao empreendedor de resolvê-las.

Mas as empresas que perderem o prazo ainda poderão pedir a adesão direta ao Supersimples do dia 2 a 31 de janeiro. No entanto, se houver pendências impeditivas, os donos de pequenos negócios poderão não ter tempo suficiente para resolvê-las e correm o risco de não serem incluídos no sistema. Débitos com o INSS, com as fazendas públicas, ausência de inscrição e irregularidade em cadastro fiscal são algumas.

Esses prazos não são válidos para empresas recém-criadas, que têm até 30 dias depois da liberação do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) para aderir ao programa. Quem quiser desistir do regime de tributação simplificado pode fazê-lo a qualquer momento, no entanto, se for para o mesmo ano é necessário que o desenquadramento seja solicitado em janeiro, caso contrário, a desvinculação só valerá para o ano seguinte.

O agendamento permite a verificação prévia de pendências jurídicas e fiscais que podem interferir na concessão do imposto e dá tempo ao empreendedor de resolvê-las.

Mas as empresas que perderem o prazo ainda poderão pedir a adesão direta ao Supersimples do dia 2 a 31 de janeiro. No entanto, se houver pendências impeditivas, os donos de pequenos negócios poderão não ter tempo suficiente para resolvê-las e correm o risco de não serem incluídos no sistema. Débitos com o INSS, com as fazendas públicas, ausência de inscrição e irregularidade em cadastro fiscal são algumas.

Esses prazos não são válidos para empresas recém-criadas, que têm até 30 dias depois da liberação do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) para aderir ao programa. Quem quiser desistir do regime de tributação simplificado pode fazê-lo a qualquer momento, no entanto, se for para o mesmo ano é necessário que o desenquadramento seja solicitado em janeiro, caso contrário, a desvinculação só valerá para o ano seguinte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IVINHEMA
Polícia frustra traficantes que levariam maconha para São Paulo
ECONOMIA
INSS define regras para antecipar pagamento de auxílio-doença
RIBAS DO RIO PARDO
Fusca apresenta defeito e motorista é flagrado com maconha na BR-262
EDUCAÇÃO
Enem: 670 mil estudantes já solicitam isenção da taxa de inscrição
AQUIDAUANA
Apreendida moto usada em fuga por homem que matou ex com tiro na cabeça
DOURADOS
Varas do Trabalho liberam R$ 50 mil para combate ao coronavírus
TRÊS LAGOAS
Preso integrante do PCC que sequestrou vítima para julgá-la em tribunal do crime
ASTRONOMIA
'Superlua rosa' poderá ser vista na noite desta terça no Brasil
PECULATO
Justiça condena réus por tráfico e investigador perde o cargo na polícia
GERAL
Governo federal lança programa de arrecadação de doações

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida