Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Senadora Marina Silva anuncia saída do PT em Brasília

19 agosto 2009 - 11h51

A senadora Marina Silva anunciou nesta quarta-feira em Brasília sua saída do PT. A ex-ministra do Meio Ambiente não afirmou que irá ser candidata pela legenda à Presidência da República em 2010 pelo PV, que a convidou para a corrida presidencial. Marina ligou mais cedo para o presidente do PT, Ricardo Berzoini, para comunicar a saída.

"Cheguei à conclusão de algo muito semelhante ao que fiz a mais ou menos 30 anos atrás, quando decidi aos 16 anos sair da minha casa (...) naquele momento tive um sonho, de cuidar da saúde e estudar (...) e fui para Rio Branco, uma decisão difícil (...) eu recorro à essa história para dar a dimensão do que significa me desligar do Partido dos Trabalhadores depois de 30 anos de uma trajetória de trabalho, de construção, etc."

Marina Silva já havia manifestado anteriormente que desvincula a possibilidade de condicionar sua filiação ao PV a uma candidatura à Presidência em 2010. A senadora havia dito, em outros momentos, que não iria subordinar a decisão de trocar de partido à corrida presidencial.

A senadora já havia dito ainda que não existe voto a ser dividido entre ela, se for candidata, e a ministra-chefe da Cada Civil, Dilma Rousseff, que deve disputar as eleições presidenciais em 2010 pelo PT.

O cantor e compositor Gilberto Gil afirmou ao jornal Folha de S.Paulo na segunda-feira que, se for convidado, pode aceitar ser vice na eventual candidatura da ex-ministra à Presidência da República pelo PV. Gil disse, porém, que ainda não houve convite por parte de Marina, mas que os dois devem conversar pessoalmente sobre o assunto.

Marina Silva trabalhou durante alguns anos ao lado do líder seringueiro Chico Mendes, morto em 1988, pelo desenvolvimento da região amazônica. Em 1985 se filiou ao PT e em 1988 foi eleita vereadora em Rio Branco. Dois anos depois chegou ao cargo de deputada estadual. Em 1994, foi eleita a senadora mais jovem da história, com 36 anos. Em 2002 conquistou segundo mandato no Senado, mas deixou para assumir o Ministério do Meio Ambiente. Em maio de 2008, deixou de ser ministra por desavença com o Planalto e voltou ao congresso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

130 anos de Excelência?
ARTIGO
130 anos de Excelência?
Polícia flagra caminhão carregado com pneus do Paraguai
REGIÃO
Polícia flagra caminhão carregado com pneus do Paraguai
Estadual prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
ESPORTES
Estadual prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
OPORTUNIDADE
UEMS está com inscrições abertas para seleção de professor temporário para curso de Medicina
Barbosinha dá nome de 'Coronel Adib Massad' à sede do DOF em Dourados
HOMENAGEM
Barbosinha dá nome de 'Coronel Adib Massad' à sede do DOF em Dourados
CRIME
PMA autua arrendatário e agrônoma em R$ 50 mil por licença falsa e desmatamento
MS
Governo recebe motoristas de aplicativos e discute ações em benefício da categoria
MAIS MULHERES NA JUSTIÇA
Comitê incentivará a participação feminina na justiça de MS
BELA VISTA
Polícia flagra adolescente de 12 anos pilotando moto em alta velocidade
BRASIL
STF julga se barra "legítima defesa da honra" em casos de feminicídio

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados