sexta, 21 de junho de 2024
Dourados
33ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Semy cobra posição sobre CPI da Brasil Telecom na Assembléia

19 outubro 2004 - 14h07

Durante a sessão da Assembléia Legislativa neste 19 de outubro, o deputado estadual Semy Ferraz (PT) cobrou um posicionamento da Mesa Diretora sobre o requerimento aprovado para criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Brasil Telecom. Com objetivo de investigar o não pagamento de ações referentes a vendas de linhas telefônicas no início da década de 1990 por empreiteiras ligadas à Telems (hoje Brasil Telecom), a CPI foi proposta pelo deputado em 25 de maio, e recebeu a adesão de 10 deputados, sendo necessários apenas oito. Entretanto, não foi implantada devido à pressão da operadora e, em seguida, ao período eleitoral que se iniciou em julho.O deputado Antônio Carlos Arroyo (PL), presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) informou que até o dia 21 deverá comunicar o parecer do deputado Raul Freixes (PTB) sobre a questão. Freixes é o responsável por avaliar um parecer jurídico da Brasil Telecom pela não criação da CPI, e outro da ABCCON (Associação Brasileira da Cidadania e do Consumidor) favorável à criação. Se o parecer do petebista for favorável, Semy espera que a comissão seja instalada ainda este ano, para obrigar a operadora e as empreiteiras envolvidas no PCT (Programa Comunitário de Telefonia) a atenderem as convocações da Casa, já que não compareceram às audiências públicas e reuniões.Conforme as justificativas apresentadas por Semy, no início da década passada, a Telems emitiu ações para captar recursos junto a consumidores interessados em adquirir linhas telefônicas através do PCT, pois não possuía recursos para expansão de sua rede telefônica. Para isso, ela contratou as empresas Consil, Inepar, Construtel, Etel e Comunitel, que construíram as redes e centrais telefônicas com recursos de 42 mil consumidores atendidos. Entretanto, as ações não foram entregues aos consumidores, e a Brasil Telecom nega-se a ressarci-los. “É nesse ponto que a CPI pretende atuar, pois o caso constitui a maior lesão à poupança popular já ocorrida em nosso Estado”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Início do inverno traz possibilidades para curtir o friozinho em vários cantos do país
TURISMO

Início do inverno traz possibilidades para curtir o friozinho em vários cantos do país

Cancelamento unilateral de planos de saúde é tema de audiência na Câmara na terça-feira
SAÚDE

Cancelamento unilateral de planos de saúde é tema de audiência na Câmara na terça-feira

Brasil celebra abertura de mercado para peixes ornamentais nas Filipinas
APROVAÇÃO

Brasil celebra abertura de mercado para peixes ornamentais nas Filipinas

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês
ECONOMIA

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

POLÍTICA

Senado participa de encontro literário no Amapá

EDUCAÇÃO

Projeto "Cinema e teatro na escola" é realizado com estudantes do AJA da EE Presidente Vargas

JUNHO VERMELHO

Câmara e Associação de Surdos e Intérpretes participam de doação de sangue no Hemosul

SAÚDE PÚBLICA

Mortes por Influenza chegam a 50 em MS e jovem de 20 anos está entre vítimas recentes

BRASIL

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

ARTIGO

Os R$ 4,9 bilhões disponíveis para partidos na eleição de outubro

Mais Lidas

TEMPO

Meteorologia aponta inverno dos 'extremos' com geada e onda de calor em MS

DOURADOS

Ladrões fazem 'arrastão' e levam quatro caminhonetes durante a madrugada

DOURADOS

Exército diz que pista do Aeroporto será entregue até 30 de junho

INFORME PUBLICITÁRIO

Inauguração da 3ª unidade do Supermercado Pires em Dourados com promoções imperdíveis