Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ESPORTES

Seca de gols e caça por 9. Corinthians x Palmeiras tem ataques em xeque

31 maio 2015 - 09h15

Clássico, normalmente, é sinônimo de emoções: quando vai ao estádio ver um embate entre dois grandes rivais, o torcedor espera um jogo empolgando, com muitos gols de seu time. Neste domingo, a Arena Corinthians será palco de uma partida entre duas equipes com problemas justamente no setor responsável pelos gols: os ataques de Palmeiras e Corinthians não estão funcionando.

O Corinthians não conta mais com seu principal goleador: Paolo Guerrero rescindiu seu contrato e está a caminho do Flamengo. Seu substituto no clássico será Angel Romero, que coleciona dois gols em 32 jogos com a camisa corintiana.

O alvinegro não fez gols nas últimas duas partidas – acumula 242 minutos sem gols. A baixa produção é fruto direto de um time que vem mostrando pouca agressividade: é o quarto que menos finaliza no Brasileirão.

Já pensando na saída de Guerrero, o Corinthians contratou no começo da temporada Vágner Love. O reforço, entretanto, ainda não correspondeu às expectativas, e realiza um trabalho específico de fortalecimento para reencontrar seu melhor futebol: sequer será relacionado.

A formação escolhida por Tite, inclusive, deve ser cautelosa: Romero pode ser o único atacante de ofício em campo – abertos pelos lados estarão Petros e Jadson.

O ataque palmeirense também tem muitos problemas, e tem sido alvo de críticas: o alviverde não balança às redes há três jogos. Ao contrário do Corinthians, o time comandado por Oswaldo de Oliveira finaliza muito, mas não consegue acertar o alvo.

A "seca" já colocou na berlinda os centroavantes do time, Leandro Pereira e Cristaldo – juntos, marcaram apenas nove gols até agora em 2015. Para domingo, devem ser barrados.

Para solucionar o problema ofensivo, Oswaldo deve se aproveitar da volta de Rafael Marques – depois de atuar na ponta direita durante toda a temporada, o atacante pode voltar a fazer sua função original e jogar no comando do ataque domingo. Rafael fez um excelente Paulista, marcando gols fundamentais nos clássicos contra São Paulo e contra o próprio Corinthians.

Ciente da situação, o Palmeiras está atento ao mercado, e uma das contratações estudadas é de um camisa 9. O argentino naturalizado Lucas Barrios está em pauta, e negocia sua liberação com o Spartak, da Rússia – a definição, entretanto, só vem depois da Copa América.

No clássico entre dois ataques que não têm funcionado, é inevitável o temor por um 0 a 0 – Corinthians e Palmeiras empataram cinco dos últimos 10 jogos, mas apenas um acabou sem gols.

Nenhum jejum no futebol é eterno. Para os homens de frente que estarão em campo na Arena Corinthians, não poderia existir oportunidade melhor de desencantar. Para o alvinegro, a vitória pode valer a liderança do Brasileiro; para o alviverde, o fim da crise após três jogos sem vitória e segurança para Oswaldo de Oliveira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Economistas defendem investimentos públicos e taxação de ricos
INCENTIVO
Em segunda edição do programa, UEMS concede 711 auxílios para acesso à internet
POLÍCIA
Idoso é encontrado morto em valeta na região central de Itaporã
DOURADOS
Em MS, interessados em adquirir imóvel podem ter desconto no valor da entrada
ESPORTE
Vasco empata com Bragantino e entra, provisoriamente, no G4
PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária
CORUMBÁ
Trecho da BR-262 foi interditado por causa de fumaça dos incêndios

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete