Menu
Busca domingo, 13 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Santos encara o Fortaleza por liderança no Brasileiro

06 maio 2006 - 09h35

O Santos cumpre neste sábado, a partir das 17h10, contra o Fortaleza, o segundo e último jogo da punição imposta pelo STJD no ano passado, depois que torcedores jogaram ovos no gramado da Vila Belmiro durante confronto com o Botafogo. O castigo: atuar longe da torcida e num estádio vazio -o escolhido desta vez foi o Bruno José Daniel, em Santo André.Muita desvantagem? Não é o que mostra a história: desde que os tribunais passaram a cassar mandos de jogos na era dos pontos corridos, no Nacional de 2004, o clube paulista foi obrigado a atuar seis vezes longe de seus domínios. E venceu em todas elas.Em 2006, o time já fez um confronto sem torcida nas arquibancadas e em outra cidade. Foi contra o Atlético-PR, na segunda rodada do Brasileiro, em Mogi Mirim, onde venceu por 2 a 0.Foi por ver a torcida atirar garrafas em jogadores do Corinthians, no Brasileiro de 2004, que a equipe iniciou a forçada sina itinerante. Distantes de casa, os santistas provaram que o comportamento de seus fãs passou a ser irrelevante para o seu destino.Punido na época com a perda de cinco mandos (ainda não havia a exigência de estádios vazios, só a designação de uma sede a 150 km da "cena do crime"), o Santos tinha quatro partidas como mandante e temeu pela própria sorte. Bateu o Goiás (em Presidente Prudente) e, depois, Fluminense, Grêmio e Vasco (em Rio Preto). Acabou campeão nacional.No retrospecto da "turnê", duas goleadas (5 a 0 sobre os cariocas e 5 a 1 em cima dos gaúchos). Em 2005, faltava cumprir um jogo da pena do ano anterior. Foi logo na estréia no Brasileiro, contra o Paysandu, num estádio Anacleto Campanella (em São Caetano) com portões fechados. De novo, o torcedor da Vila não fez falta: goleada de 4 a 1 sobre os paraenses.Ao todo, nos seis triunfos nos quais atuou "de castigo", o Santos marcou 3,5 gols, em média, e sua defesa sofreu pífios 0,66.Se o passado alenta o Santos no jogo desta tarde contra os cearenses, o presente recomenda mais cautela. Além da inesperada eliminação para o Ipatinga, na Copa do Brasil, a equipe vai precisar superar desfalques importantes no jogo.O zagueiro Luiz Alberto e o atacante Reinaldo, ambos com problemas musculares, foram vetados para o jogo. Ronaldo Guiaro jogará na defesa. No ataque, Geílson e Rodrigo Tiuí tentam vaga.O clube anunciou nesta sexta a contratação do lateral-direito Dênis, 22 anos, revelação do Ipatinga, que cedeu metade dos direitos federativos do atleta. Dênis assinou contrato de três anos, mas só irá se apresentar ao final da participação do Ipatinga na Copa do Brasil. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Historiadora traça paralelo entre a gripe espanhola e a pandemia de Covid-19 em evento do STF
BRASIL
Historiadora traça paralelo entre a gripe espanhola e a pandemia de Covid-19 em evento do STF
Covid-19: projeto oferece apoio psicológico online para superar o luto
BRASIL
Covid-19: projeto oferece apoio psicológico online para superar o luto
Olimpíada: Fernando Reis e Jaqueline Ferreira se classificam
ESPORTE
Olimpíada: Fernando Reis e Jaqueline Ferreira se classificam
Prova de vida pode ser feita sem sair de casa
BRASIL
Prova de vida pode ser feita sem sair de casa
Defron desarticula entreposto de cocaína no Campo Dourado
DOURADOS
Defron desarticula entreposto de cocaína no Campo Dourado
MS
Cargas de 164 m³ de carvão ilegal motivam multa de R$ 49,2 mil em empresa carvoeira
CONSCIENTIZAÇÃO
Cardiopatia congênita: diagnóstico precoce é essencial para tratamento
CAPITAL
Condutor de BMW que causou acidente vai a júri por vitimar motociclista
BRASIL
STF julga inconstitucional regra que veda créditos de PIS/Cofins na aquisição de recicláveis
MS
TRT define regime de teletrabalho a partir de segunda-feira

Mais Lidas

FLEXIBILIZAÇÃO
Decreto que libera atividades comerciais a partir de domingo é publicado
EMOCIONATE
VIDEO: Recuperada da Covid-19, douradense é recebida pela mãe em Rondônia
LOCKDOWN
Decreto flexibiliza atendimento via delivery no Dia dos Namorados em Dourados
LOCKDOWN
Fiscalização encontra funcionários dentro de filial das Casas Bahia em Dourados