Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Saltador brasileiro sofre para ir aos Jogos de Atenas

12 junho 2004 - 17h38

Recordista brasileiro do salto em altura, ele recebeu apoio da Confederação Brasileira de Atletismo para treinar e competir na Europa nos primeiros meses desta temporada.Em Portugal, país em que passou a maior parte do tempo, deparou-se com Robert Zotko, veterano técnico nascido na Rússia que acabara de colocar um fim a um longo período de trabalho com atletas italianos. O pernambucano passou a tomar lições com o especialista, aprendeu vários macetes e começou a sonhar com uma boa participação na Olimpíada de Atenas, em agosto. Só que a empolgação durou pouco.Dias antes de Jessé mostrar o primeiro resultado dos treinos ao seu novo mentor, um acontecimento alterou completamente o rumo de sua carreira.No dia 12 de fevereiro, o russo morreu. Apesar do sobressalto, Jessé deu mostras de que reagira bem ao fato ao cravar um salto de 2,25 m no Meeting da Eslováquia, poucos dias após receber a notícia do óbito. A marca fulgura até hoje como recorde brasileiro indoor. Mas a resposta positiva estancou por aí. O único (e simples) pré-requisito que o esportista precisava cumprir em 2004 para assegurar sua vaga na Olimpíada ainda não foi obtido. Mais: o prazo que o saltador tem para consegui-lo está bem próximo do fim. Em 2003, Jessé chegou a saltar 2,27 m e assim atingiu o índice B, o mínimo necessário para competir em Atenas. Neste ano olímpico, ele só precisava repetir a marca para carimbar o passaporte. Só que ainda não pulou o suficiente. Jessé terminou o ano passado com a 22ª melhor marca no ranking mundial da Iaaf, entidade que comanda o atletismo. Com esse retrospecto, acredita que ainda pode alcançar a marca mínima e se classificar. "Estou pronto para fazer 2,27 m ou mais. Só preciso acertar as passadas", explica.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO DE MS
Projeto que pune 'fura-fila' de vacina é aprovado na Assembleia de MS
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
PANDEMIA 
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
CULTURA
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
BRASIL
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
REGIÃO
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
PANDEMIA
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
LEGISLATIVO DE MS
Estado pode ter lei que assegura os direitos das mulheres que sofram perda gestacional
ESTADO
Aberta seleção de médicos, farmacêutico e técnico de enfermagem para atuação na Agepen
ESTADO
Plantio do milho passa de 388 mil hectares e chuva pode atrasar ainda mais
PANDEMIA
Ministério da Saúde aprova R$ 420 mil para Dourados enfrentar a Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos