Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
POLÍTICA

Rodrigo Maia diz que Paulo Guedes é injusto e o governo 'usina de crises'

14 junho 2019 - 20h50Por G 1

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na tarde desta sexta-feira, dia 14 de junho, que o ministro da Economia, Paulo Guedes, "está gerando uma crise desnecessária" e que o governo Bolsonaro virou uma "usina de crises".

"Hoje, infelizmente, é meu amigo Paulo Guedes gerando uma crise desnecessária", afirmou Maia à GloboNews, após participar em São Paulo de um seminário sobre o cenário político-econômico do país. "A vida inteira o ministro da Economia sempre foi o bombeiro das crises. Agora o bombeiro vai ser a Câmara. Nós não vamos dar bola para o ministro Paulo Guedes com as agressões que ele fez agora ao parlamento."

Maia disse que blindou a reforma da Previdência de crises que são geradas pelo governo. "Nós queremos deixar claro que essa usina de crises que se tornou nos últimos meses o governo não vai chegar à Câmara. Nós vamos blindar a Câmara."

Pela manhã, Guedes criticou as mudanças propostas pelo relator Samuel Moreira, do PSDB, no projeto de reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. Ele atribuiu as modificações a "pressões corporativas" e ao "lobby de servidores do Legislativo".

"Eu acho que houve um recuo que pode abortar a nova Previdência", disse Paulo Guedes.

Maia rebateu as palavras de Guedes. "Eu acho que o ministro Paulo Guedes não está sendo justo com o parlamento brasileiro, que está conduzindo sozinho a articulação para a aprovação da reforma da Previdência. Se nós dependêssemos da articulação do governo, teríamos 50 votos, não a possibilidade de ter 35, como nós temos hoje."

"Na democracia não é o que um quer, na democracia é o coletivo. São 513 deputados eleitos. A sociedade tá representada", acrescentou.

"Se o governo não entende que existem pobres no Brasil que precisam ser cuidados pelo parlamento e pelo governo, isso é um problema deles", disse Maia. "Nós queremos que a pobreza diminua que o desemprego caia no Brasil, que voltemos a ter esperança na educação e saúde."

Deixe seu Comentário

Leia Também

Enfermagem de MS perdeu 19 vidas para Covid-19, a mais recente na saúde indígena de Dourados
PANDEMIA
Enfermagem de MS perdeu 19 vidas para Covid-19, a mais recente na saúde indígena de Dourados
Vítima tem pertences roubados por assaltante armado com faca
DOURADOS
Vítima tem pertences roubados por assaltante armado com faca
Professores dão dicas para o segundo dia de provas do Enem
BRASIL
Professores dão dicas para o segundo dia de provas do Enem
Homem morre no HV dias após ser baleado na fronteira
DOURADOS
Homem morre no HV dias após ser baleado na fronteira
Governo divulga decreto com regras para o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico
ESTADO
Governo divulga decreto com regras para o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico
TRÂNSITO
Detran-MS lança novo sistema de Registro de Veículos em Estoque nesta quarta
FUTEBOL
Vasco visita Bragantino para tentar se afastar do Z-4 no brasileiro
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar hoje R$17 milhões a quem acertar as 6 dezenas
ECONOMIA
Nascidos em setembro podem sacar auxílio emergencial a partir desta quarta
SAÚDE & BEM - ESTAR
Por quê pessoas com diabetes precisam de acompanhamento oftalmológico?

Mais Lidas

DOURADOS
Promotor vê preconceito em comentários contra vacina para índios e denuncia à PF
DOURADOS
Mulher é presa acusada de dar cobertura para assaltantes que rendiam família
DOURADOS
Em ação conjunta, polícia deflagra operação para investigar crimes
TRAGÉDIA
Casal morre após caminhonete colidir contra carreta na BR- 163