Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Receita passa a exigir CPF de dependentes a partir de 8 anos no IR

20 novembro 2017 - 09h30Por G 1

Receita Federal publicou uma instrução normativa no Diário Oficial nesta segunda-feira, dia 20 de novembro, reduzindo para 8 anos a idade mínima para apresentar o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) de pessoas declaradas como dependentes no Imposto de Renda.

A mudança já passa a valer a partir da próxima declaração (ano base 2017).

A partir da declaração de 2019 (ano base 2018), estarão obrigadas a se inscrever no CPF todas as pessoas físicas que constem como dependentes na declaração do Imposto de Renda, independentemente da idade, informou o Fisco.

Em fevereiro, a idade mínima fixada pelo governo para a apresentação obrigatória do documento na declaração havia sido reduzida de 14 para 12 anos.

Por nota, a Receita informou que a redução da idade visa evitar que a declaração caia na malha fina, "possibilitando maior rapidez na restituição do crédito tributário".

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR-267
Jovem é flagrada transportando droga presa ao corpo em MS
CAPITAL
Durante roubo de moto, homem é feito refém e ameaçado com espada
FUTEBOL
Time de MS se complica no Brasileiro Feminino após nova derrota
MARACAJU
Casal é flagrado carregando maconha em ônibus
DOURADOS
Agesul assina R$ 10 milhões em contratos para revitalizar quadrilátero central
DOURADOS
Arma é apreendida em residência após mandado de busca e apreensão
CLIMA
Após madrugada de ventos fortes e chuva, Dourados tem novo alerta de tempestade
REGIÃO
UFGD prorroga prazo para solicitar isenção da taxa dos vestibulares
LOTERIA
Mega-Sena acumula e pode pagar prêmio de R$ 52 milhões no sábado
COMER BEM
5 benefícios de beber água

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS