Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(67) 99659-5905
BRASIL

Receita libera entrada de 500 mil testes de Covid-19 em tempo recorde

31 março 2020 - 16h50Por Agência Brasil

Por meio da simplificação de procedimentos implementada após a disseminação da pandemia do novo coronavírus, a Receita Federal liberou, em tempo recorde, 500 mil kits de testes de detecção rápida para a covid-19. Em 68 minutos, a alfândega do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), desembaraçou o primeiro lote de testes importados da China.

Transportada pela companhia aérea Emirates, a carga pesava 6 toneladas e chegou ao Brasil no fim da tarde de ontem (30). A liberação acelerada envolveu uma articulação entre a Receita Federal, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Ministério da Saúde, a concessionária GruAirport (que opera o Aeroporto de Cumbica) e a companhia aérea.

O desembaraço corresponde à liberação da entrada de mercadorias no país após a comprovação da regularidade da carga. Este foi o primeiro de cinco lotes de kits que serão importados da China, por meio do aeroporto de Guarulhos, ao longo dos próximos 30 dias, totalizando 5 milhões de testes. No último sábado (28), o Ministério da Saúde anunciou que pretende ampliar para 10 milhões a aquisição de testes rápidos.

Outras ações

Segundo a Receita Federal, o desembaraço acelerado também ocorreu em Belém, onde foi liberada a importação de 20 respiradores para atendimento a pacientes imediatamente após a chegada. Para acelerar o desembaraço, a unidade da Receita no Pará acompanhou o trâmite da licença de importação enquanto os equipamentos eram analisados pela Anvisa. A verificação física foi feita simultaneamente à chegada do equipamento. A integração também abrange os órgãos de controle estaduais e municipais.

No porto de Santos (SP), a Receita destinou 1.620.000 máscaras e luvas que estavam apreendidas para ajudar no combate ao coronavírus no estado de São Paulo. Os itens foram destinados à unidade da Receita em São Paulo e aos agentes da Polícia Rodoviária Federal e do Ministério da Agricultura que atuam no estado.

A Receita Federal recebeu 1 milhão de luvas não estéreis e 117 mil máscaras não estéreis. A Polícia Rodoviária Federal em São Paulo recebeu 500 mil luvas. O Ministério da Agricultura ganhou 3 mil máscaras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Governo envia para Assembleia projeto de prorrogação do Refis de ICMS
PANDEMIA
Juiz nega pedido de empresário contra toque de recolher decretado em Dourados
ANASTÁCIO
Caminhão boiadeiro tomba em rotatória e deixa animais mortos
TRÁFICO DE DROGAS
Maconha apreendida em carreta pesou 5,2 toneladas
EXONERADO
Chefe de gabinete de Reinaldo deixa governo para disputar as eleições
JUSTIÇA
Homem é condenado por violência doméstica e deve indenizar vítima
DOURADOS
Junho já acumula mais de 20% da chuva esperada para o mês inteiro
AVIAÇÃO CIVIL
Companhia aérea anuncia volta após mais de três meses, mas Dourados segue fora da rota
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 45 milhões nesta quarta-feira
EDUCAÇÃO
A Ensina Mais Turma da Mônica já chegou em Dourados!!

Mais Lidas

6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados
PANDEMIA
Com mais 27 casos, Dourados ultrapassa 300 confirmações de coronavírus
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PED
Policiais penais frustram tentativa de fuga na Penitenciária de Dourados