sábado, 02 de março de 2024
Dourados
38ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
POLÍTICA

Projeto permite porte de arma de maior calibre por vigilantes em área rural

11 fevereiro 2024 - 10h00Por Agência Senado

Com a finalidade de “dotar as zonas rurais com meios apropriados de defesa”, o senador Alan Rick (União-AC) apresentou um projeto de lei que inclui, entre as armas de fogo de porte permitido por vigilantes em área rural, as de calibres 5,56 mm e 7,62 mm. O Projeto de Lei (PL) 6.140/2023, apresentado em 20 de dezembro de 2023, aguarda despacho para distribuição às comissões temáticas.

A proposição altera a Lei 7.102, de 1983, que rege os serviços particulares de vigilância, para ampliar a lista de calibres de uso permitido por vigilantes “quando em serviço de proteção de área rural”. Alan Rick, na justificação de seu projeto, argumenta que o setor agropecuário tem importância significativa na economia do país, e a migração da criminalidade urbana para áreas rurais requer ação proativa na proteção de propriedades, maquinários, insumos e estoques.

“A defesa do uso de armas de grosso calibre em zonas rurais por quem é devidamente capacitado para isso é importante, pois visa à autodefesa, à proteção da propriedade e à capacidade de enfrentar ameaças específicas encontradas nesses ambientes. O seu uso explica-se pelo fato de que, por serem afastadas das cidades, as comunidades rurais podem ter tempos de resposta mais longos por parte das autoridades policiais, tornando a autodefesa uma necessidade mais premente”, explica o senador.

Segundo Alan Rick, as armas de calibres 5,56 mm e 7,62 mm já foram liberadas para proprietários rurais para controle de proliferação de javaporcos (híbridos de javali e porco doméstico) em suas terras. Ele acrescenta que “não seria lógico que os vigilantes das empresas de segurança privada contratadas para prover a segurança dessas mesmas propriedades fossem impedidos de dispor, também, de armas de igual potência de fogo”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mídia pública amplia pluralidade no jornalismo, diz estudo
DIREITOS HUMANOS

Mídia pública amplia pluralidade no jornalismo, diz estudo

Após denúncia, homem que usava carro para traficar é preso
REGIÃO

Após denúncia, homem que usava carro para traficar é preso

REGIÃO

Para atender hemocentro regional de Dourados, Rede Hemosul convoca doadores de sangue

Wanessa Camargo é desclassificada do Big Brother Brasil 24
BBB

Wanessa Camargo é desclassificada do Big Brother Brasil 24

Violência contra mulher quilombola é dupla, diz líder comunitária
GERAL

Violência contra mulher quilombola é dupla, diz líder comunitária

CLIMA

Sensação térmica em Dourados atinge 40ºC neste sábado

SUSTENTABILIDADE

Seis em cada 10 brasileiros veem prejuízos de mudanças climáticas ao turismo

INTERNACIONAL

Jornalistas argentinos reagem a anúncio de fim da agência pública

FRONTEIRA

Veículo é recuperado após mulher furtá-lo se passando por colega de dono de lava-rápido

DOURADOS

Liandra da Saúde quer transparência na escala de médicos na UPA

Mais Lidas

CAMPO GRANDE 

Mulheres são encontradas espancadas e seminuas em rodovia

DESCAMINHO

Caminhão dos Correios com mercadorias contrabandeadas é apreendido em Dourados

DOURADOS

Justiça pede urgência em transferência de mulher internada em estado grave na UPA

NOVA ALVORADA DO SUL

Motorista de caminhão envolvido em acidente que matou família é preso