Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Produção industrial cai em agosto após 4 meses de alta, diz IBGE

03 outubro 2017 - 10h48

A produção da indústria brasileira caiu 0,8% em agosto frente a julho, informou nesta terça-feira, dia 03 de outubro, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É a primeira queda após quatro altas seguidas - nesse período, o crescimento acumulado foi de 3,3%. Em comparação com agosto de 2016, no entanto, houve crescimento de 4% - melhor resultado para o mês desde 2010.


O setor de produtos alimentícios caiu 5,5%, depois de três meses consecutivos de crescimento, e foi o que mais contribuiu para a queda do índice, seguido por máquinas e equipamentos (-3,8%); coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,6%) e indústrias extrativas (-1,1%).

O gerente da pesquisa, André Macedo, afirma que a produção de açúcar teve forte contribuição tanto para as altas registradas anteriormente na indústria de alimentos quanto para a queda de agosto. “O açúcar é um produto com peso nesse setor. Sua produção foi favorecida pela antecipação da moagem da cana, em decorrência do clima seco que predominou nas regiões Centro-Oeste e Sudeste nos últimos meses”, explica.

No acumulado do ano até agosto, o avanço do setor industrial é de 1,5%, e no acumulado de 12 meses, a queda é de 0,1%, prosseguindo com a redução no ritmo de queda iniciada em junho de 2016 (-9,7%), segundo o IBGE.

Macedo explicou que a queda da produção frente a julho foi concentrada em poucos grupos, mas de muita relevância, e não significa um rompimento de tendência, e sim um movimento pontual e concentrado, sem mudar a conjuntura.

De acordo com o instituto, em agosto, o setor industrial volta a mostrar em agosto menor ritmo produtivo, com a queda de 0,8% eliminando parte do ganho de 3,3% acumulado em quatro meses consecutivos de crescimento na produção. Contudo, mesmo com o total da indústria mostrando queda, houve predomínio de taxas positivas, já que 16 dos 24 ramos investigados apontaram avanço na produção.

O IBGE ressalta que, mesmo com o ganho de ritmo observado a partir de novembro de 2016, a produção da indústria recuperou apenas pequena parte das perdas registradas nos últimos anos e ainda encontra-se 17,8% abaixo do nível recorde alcançado em junho de 2013.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
PM de Dourados terá novo comandante após operação do Gaeco
DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Testes de coronavírus passam a ser diários no drive-thru em Dourados
ARTIGO
Seja como um bom soldado!
BRASIL
Barroso recebe presidentes da Câmara e do Senado para discutir eleição
DOURADOS
Um dia após toque de recolher estendido, prefeitura publica lei que define atividades religiosas como essenciais
CAMPO GRANDE
Polícia encontra depósito com mais de 3t de maconha e prende quatro pessoas
PANDEMIA
Fundesporte estuda realizar corridas de rua com distanciamento entre participantes
IPEA
Setor agropecuário pode crescer até 2,5% apesar da Covid-19
MEDICAMENTOS
Mato Grosso do Sul é destaque no Senado por ação humanitária no Amapá

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dois meses após decreto de emergência, Dourados confirmou 127 casos de Covid-19
PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h