Menu
Busca domingo, 24 de maio de 2020
(67) 99659-5905

PRF vai usar 2 mil bafômetros nas rodovias brasileiras durante o carnaval

11 fevereiro 2010 - 13h40

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciou nesta quinta-feira (11) que 2 mil bafômetros serão usados nas rodovias federais do país durante a Operação Carnaval, que será iniciada na sexta (12) e vai até a quarta-feira de cinzas (17). A corporação informou que instalou 400 radares em pontos propensos ao excesso de velocidade para coibir abusos por parte dos motoristas.

De acordo com o diretor-geral da PRF, Hélio Cardoso Derenne, a polícia ficará atenta aos motoristas que misturarem o álcool com a direção. Na operação carnaval do ano passado, foram usados 700 equipamentos de bafômetros, quase três vezes menos do que a quantidade reservada para 2010.

“A ideia não é usar o bafômetro, só quando efetivamente houver a necessidade. Em qualquer parte do território nacional, onde tiver um policial rodoviário federal, em tese, pode ser feito o teste do etilômetro”, garantiu o diretor-geral da PRF. “O recado aos motoristas é brincar em todos os blocos, menos no bloco das multas e das penalidades da Polícia Rodoviária Federal”, completou.

Segundo Hélio Derenne, a operação contará com 9 mil policiais e 2 mil viaturas (entre carros, motos e veículos de resgate, como helicópteros) espelhados pelos 66 mil quilômetros de rodovias federais do país. As estradas serão monitoradas 24 horas por dia sob esquema especial de fiscalização e monitoramento.

Expectativa

A expectativa da PRF é reduzir o número de acidentes nas estradas em relação ao carnaval do ano passado, quando 2.865 desastres foram registrados, com um total de 127 mortes e 1.784 feridos. Uma novidade para a operação deste ano é o mapeamento dos trechos mais críticos das rodovias.


O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, visitou na manhã desta quinta-feira um posto da PRF na BR-040, saída sul de Brasília. Em entrevista no local, ele afirmou que o objetivo da Operação Carnaval é reduzir o número de acidentes e, principalmente, o número de mortes nas estradas brasileiras.

“Queremos efetivamente baixar o número [de mortes]. A ideia é reduzir desses três dígitos. É um momento de festa, mas é um momento também de responsabilidade com a sua vida e também com a vida de outras pessoas que também estão no trânsito brasileiro”, alertou Barreto.

O ministro observou no local, junto ao diretor da PRF, uma escultura erguida na beira da rodovia em formato de cruz, na qual estão pendurados sete carros e uma motocicleta completamente destruídos – são veículos acidentados nas estradas brasileiras, que foram doados por uma seguradora.

O objetivo da campanha “Não faça parte dessa cruz” é chamar a atenção dos motoristas para a violência no trânsito e conscientizar todos sobre o perigo das rodovias. A escultura, erguida pelo artista plástico mineiro Sebastião Brasileiro, tem 25 metros da altura e pesa 9 toneladas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Firjan Senai oferece cursos de aperfeiçoamento para todo o país
STJ
Juiz deverá aplicar medidas coercitivas a familiares que se recusam a fazer DNA, sejam ou não parte na investigação de paternidade
STF
Empresas optantes pelo Simples têm direito a imunidades em receitas decorrentes de exportação
MINISTRO
Weintraub: “tentam deturpar minha fala para desestabilizar a nação”
DIA MUNDIAL
Situação de stress social pode ser gatilho para quem tem esquizofrenia
ESTADO
Canil do Corpo de Bombeiros participa de ocorrências no interior e na capital
ESPORTE
Beach Handebol brasileiro busca alternativas para se manter no topo
INTERIOR
Com peças de Lego, alunas da UEMS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
DOURADOS
MPE arquiva investigação sobre qualidade da internet fibra óptica e banda larga
COVID-19
Agência diz que EUA devem proibir viajantes do Brasil

Mais Lidas

PANDEMIA
Números continuam aumentando e Dourados tem mais nove casos confirmados de coronavírus
TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
DOURADOS
Servidor da PED é diagnosticado com coronavírus e outros agentes são afastados