Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99659-5905
TRÂNSITO

Prefeitura de Guarujá diz que não irá multar Bolsonaro por infração

25 fevereiro 2020 - 07h50Por G1

A Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, informou que não irá multar o presidente Jair Bolsonaro por infração de trânsito. Na segunda (24), o presidente circulou de motocicleta pela cidade sem que o capacete estivesse preso ao pescoço.

O motivo, segundo a Diretoria de Trânsito de Guarujá, é que autuações por infração de trânsito ocorrem somente a partir do flagrante feito pelos agentes no local. Mas não havia guardas municipais ou agentes de trânsito acompanhando Bolsonaro durante o passeio.

Foi o próprio presidente que publicou o vídeo em suas redes sociais. Não é possível multá-lo com base no vídeo, informou a Diretoria de Trânsito.

A fiscalização de trânsito em Guarujá também é feita pela Polícia Militar, que escoltava o passeio de Bolsonaro. Questionada se aplicou multa ao presidente pela infração, a corporação não respondeu até a última atualização desta reportagem. A Diretoria de Trânsito de Guarujá informou ao G1 não ter conhecimento de eventual autuação feita ao presidente pela PM.

Segundo a resolução 453 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), de 2013, "é obrigatório, para circular nas vias públicas, o uso de capacete motociclístico pelo condutor e passageiro de motocicleta, motoneta, ciclomotor, triciclo motorizado e quadriciclo motorizado, devidamente afixado à cabeça pelo conjunto formado pela cinta jugular e engate, por debaixo do maxilar inferior".

Procurada pelo G1, a Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto informou que não irá comentar.

Durante o trajeto de moto e com o capacete solto, Bolsonaro parou em frente ao triplex que ocasionou a condenação do ex-presidente Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro após o magistrado entender que a construtora OAS pagou R$ 2,2 milhões em propina a ele por meio da entrega e a reforma do apartamento, em Guarujá. Desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região aumentaram a pena dele para 12 anos e um mês de prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Construção da nova sede da polícia militar em Jardim é iniciada
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul não passa dos 37% em taxa de isolamento social
PANDEMIA
Aprovado na Capital projeto que obriga empresas a informar casos de Covid-19
MATO GROSSO DO SUL
Saúde divulga informações sobre a pandemia através de painel digital
ESPORTES
Campeonato Brasileiro de Natação é cancelado por causa de pandemia
PANDEMIA
MS tem quase 4,6 mil exames sem encerramento em plataforma
TRÁFICO
Carro com mais de 200kg de maconha é apreendido em MS
DOURADOS
Profissionais são convocados para contratação temporária no enfrentamento ao Covid-19
JUSTIÇA
Taxas de condomínio e IPTU são devidas até data de distrato do negócio
MATO GROSSO DO SUL
Com incêndio se propagando no Pantanal, tempo seco será crítico em MS até setembro

Mais Lidas

DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
DOURADOS
Adolescente pilota moto embriagado e tio morre após queda na Coronel Ponciano