Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
BRASIL

PF investiga pagamento de propina em troca de decisões da Aneel

22 novembro 2019 - 13h05Por Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) investiga o possível recebimento de propina por um ex-diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em troca de decisões favoráveis a empresas de energia, quando ele atuava na agência reguladora. Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Brasília. A Operação Elétron conta com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU).

A investigação começou em 2016 a partir de suspeitas da CGU de irregularidade em decisões tomadas por diretores da Aneel, entre 2010 e 2013, contrariando pareceres técnicos da própria agência, em benefício de empresas do ramo de energia. De acordo com a PF, o prejuízo aos cofres públicos, a partir dessas decisões, ultrapassou R$ 12 milhões.

Além dos relatórios controvertidos, a investigação apontou que, sete meses depois de deixar a Aneel, o ex-diretor da agência foi nomeado diretor de treze empresas de energia e abriu uma empresa de consultoria na área. A partir daí, ele e sua nova firma passaram a receber em suas contas bancárias diversas transferências e depósitos de empresas do setor elétrico, que teriam sido beneficiadas por decisões da Aneel.

Ainda de acordo com a investigação, entre 2014 e 2015 houve um aumento de aproximadamente 300%, em relação aos anos de 2011 a 2013, nos valores das contas vinculadas ao ex-diretor e sua empresa. Parte dos depósitos também não consta na declaração de imposto de renda dos dois anos.

Para a PF, esses indícios apontam que as transferências são uma contraprestação pelos benefícios obtidos pelas empresas após decisões tomadas pelo então diretor da Aneel.

Em nota, a Aneel informou que está à disposição das autoridades para colaborar e prestar todos os esclarecimentos necessários às investigações. “A Aneel procura sempre robustecer seus mecanismos de controle e tem um processo decisório transparente e alinhado com as melhores práticas mundiais de regulação”, diz a agência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AVANÇO DA COVID-19
Brasil se aproxima de 95 mil mortes por Covid, com média de 995 por dia
CAMPO GRANDE
Guarda patrimonial é preso por dirigir embriagado dentro do Detran
MEIO AMBIENTE
Paulista é autuada em R$ 116 mil por desmatamento para pastagem
PANDEMIA
Idosa morre em Aquidauana por Covid-19 e óbitos chegam a 15
COMÉRCIO EXTERIOR
Balança comercial tem superávit recorde de US$ 8,06 bilhões em julho
CAPITAL
Polícia apreende quase 4 toneladas de maconha que seguiria para o RJ
PANDEMIA
Taxa de letalidade da Covid-19 sobe para 1,6% em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA
Dólar fecha em forte alta e volta a superar R$ 5,30
AÇÃO CONJUNTA
Operação intensifica combate aos incêndios na região do Pantanal
CONSUMIDOR
Preço médio da gasolina dispara em Dourados

Mais Lidas

ACIDENTE
Motociclista perde controle da moto e invade estabelecimento na Marcelino Pires
ACIDENTE
Jovem é atropelado em Dourados e motorista foge do local sem prestar socorro
TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa