Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99257-3397

PF diz que de cada 10 hackers ativos, oito vivem no Brasil

13 setembro 2004 - 23h00

Pesquisas apontam que o Brasil está na rota dos crimes envolvendo a Internet. De acordo com a Polícia Federal, de cada 10 hackers ativos no mundo, oito vivem no Brasil. Além disso, cerca de dois terços dos responsáveis pela criação de páginas de pedofilia na Internet, já detectadas por investigações policiais brasileiras e do exterior, têm origem brasileira. As pesquisas também apontam que, no Brasil, as fraudes financeiras que utilizam Internet e correios eletrônicos já superam, em valores financeiros, os prejuízos de assalto a banco. Para tornar mais eficaz o combate aos crimes cibernérticos, cerca de 500 especialistas de mais de 20 países estarão reunidos em Brasília na 1ª Conferência Internacional de Perícias em Crimes Cibernéticos. O foco principal é incentivar a pesquisa e o desenvolvimento científicos, com o objetivo de produzir técnicas novas e avançadas de investigação e repressão. De acordo com o coordenador do evento e perito criminal, Paulo Quintiliano, a Internet está sendo cada vez mais utilizada para a prática de crimes. Paulo Quintiliano disse que nem sempre é fácil encontrar os responsáveis por esses crimes. "Às vezes é difícil, principalmente quando os criminosos hospedam suas informações no exterior", afirmou em entrevista ao canal NBR, da Radiobras. "Então, nesses casos complicam um pouco e por isso a gente utiliza a cooperação internacional, junto com grupos das polícias dos outros países. Nós estamos sempre em contato para possibilitar o combate efetivo aos crimes cibernéticos", acrescentou.Segundo ele, no Brasil, tem crescido o número de casos envolvendo a exploração sexual de crianças pela Internet. Denúncias de crimes cibernéticos podem ser feitas tanto para a Polícia Federal como para as polícias civis. Paulo Quintiliano informou que uma decisão do Superior Tribunal de Justiça define os crimes cibernéticos como crimes federais e que, portanto, estão sob a competência da Polícia Federal. "Contudo, as polícias civis também investigam e podem e devem continuar investigando esses crimes". A Conferência, que começou hoje e vai até o dia 16, está sendo organizada pelo Departamento de Polícia Federal, com o apoio da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Sexta-feira com nevoeiro ao amanhecer e aumento de nuvens em Dourados
STJ
Advogado acusado de matar ex-lider do PSL sofre nova derrota na Justiça
IBGE
Governo recorre da decisão do Supremo sobre realização do Censo 2021
Motorista perde o freio e caminhão carregado com frangos colide em carreta
Motorista perde o freio e caminhão carregado com frangos colide em carreta
BRASIL
Mulher vítima de violência terá prioridade em programa habitacional
FUTEBOL
Grêmio goleia time venezuelano por 8 a 0 e faz história
NOVA ANDRADINA
Jeep bate em carreta, capota, sai da pista e fica destruído na BR-267
BRASÍLIA
'Tô vendo uma barata aqui', diz Bolsonaro a apoiador com cabelo 'black power'
Suspeito de levar foragidos do ES ao Paraguai é preso com R$ 12 mil
UFGD
Workshop de saúde vocal para profissionais da voz acontece na próxima semana

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo