Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ESCÂNDALO

PF acusa Geddel e o irmão de lavagem de dinheiro e associação criminosa

28 novembro 2017 - 17h35Por Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) relatório de investigação no qual acusa o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o irmão dele, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), dos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A investigação está relacionada com a apreensão dos R$ 51 milhões pela PF em um apartamento em Salvador.

No relatório, enviado ao ministro Edson Fachin, relator do inquérito, a Polícia Federal afirma que a família Vieira Lima usou subterfúgios para receber, transportar e armazenar os valores. Para a PF, a defesa não conseguiu justificar a origem do dinheiro apreendido. A mãe de Geddel e um ex-assessor do deputado, Job Brandão, são acusados dos mesmos crimes.

“Ao largo dessas razões, passados quase três meses da apreensão da quantia milionária em espécie, não foi apresentada qualquer documentação que viesse dar um mínimo de suporte aos valores apreendidos”, diz o relatório.

Para investigar o suposto crime de corrupção, que pode revelar a origem dos R$ 51 milhões, a PF solicitou ao ministro a abertura de um novo inquérito. “Nesse sentido, sugere que outros fatos, principalmente crimes antecedentes da lavagem de dinheiro aqui mencionadas, além de outras tipologias de branqueamento de capitais provenientes de atividades ilícitas dos investigados, sejam objetos de outras apurações”, concluiu a PF.

Geddel foi preso no dia 8 de setembro, três dias depois que a PF encontrou o dinheiro no apartamento de um amigo do político. Os valores apreendidos foram depositados em conta judicial.

Segundo a Polícia Federal, parte do dinheiro seria resultante de um esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal no período entre 2011 e 2013, quando Geddel era vice-presidente de Pessoa Jurídica da instituição. No entanto, a constatação não está no relatório final da investigação.

A Agência Brasil entrou em contato com a defesa de Geddel e aguarda retorno.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
PANDEMIA
Após sete meses da primeira confirmação, MS ultrapassa 80 mil casos de coronavírus
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
GRANDE DOURADOS
Telhado de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
PLANO DE ARBORIZAÇÃO
Diagnóstico de 2019 mostrou necessidade de manejo em 20% das árvores de Dourados
PARANHOS
Motocicleta com sinal identificador adulterado é apreendida
LEI SECA
Operação conjunta aplica mais de 300 testes de embriaguez em apenas um dia na Capital
OPORTUNIDADE
Semana começa com mais de 100 vagas de trabalho em Dourados
TEMPORAL
Ventania passa e deixa rastro de destruição em Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Presas com drogas, mulheres dizem se tratar de "favor a um desconhecido"

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
PM é acionada e consegue evitar suicídio de homem em hotel
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares
DOURADOS
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça