Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397
ESPORTE

Olimpíada: conjunto brasileiro de ginástica rítmica está em Tóquio

13 junho 2021 - 14h20Por Agência Brasil

Neste sábado (12), a seleção brasileira de ginástica rítmica faturou o Pan-Americano de Ginástica Rítmica e se classificou para os Jogos Olímpicos de Tóquio. As atletas nacionais conseguiram a nota 35.950 na série mista (três arcos e dois pares de maças). Na sexta (11), o time já tinha marcado 38.450 na série de cinco bolas. No total, a nota verde e amarela foi 74.400. Enquanto isso, o México, que tinha obtido uma nota um pouco melhor no primeiro dia, ao receber a nota 38.600, acabou perdendo pontos quando uma das atletas deixou cair uma maça neste sábado. A nota de 35.100 foi insuficiente para superar o time brasileiro.

A técnica mexicana apresentou um recurso e conseguiu subir dois décimos na nota original que havia sido 34.900. Durante a analise da arbitragem, o clima foi de muito suspense no ginásio. Mas, no final, veio a consagração. “A gente está muito feliz, com a sensação do dever cumprido. Não existe grande conquista sem sacrifício. Tratamos de não cometer erros e depois ficamos no sofazinho rezando, esperando a nota. Felizmente, deu tudo certo”, disse à assessoria da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) Duda Arakaki, a capitã da equipe.

A equipe do Brasil foi composta por Duda, Beatriz Linhares, Deborah Medrado, Geovanna Santos da Silva, Bárbara Galvão e Gabrielle Moraes. Neste domingo, os conjuntos disputarão as finais das series de cinco bolas e mistas.

Nas disputas individuais, Bárbara Domingos, no arco, ficou com 23.250, nas maças, obteve 23.450, e na fita, 20.600. Só que a vaga olímpica ficou com a mexicana Rut Castillo que teve desempenho superior em três dos quatro aparelhos. No placar geral, a mexicana somou 91.500 e a Bárbara ficou com a prata, ao totalizar 89.250. Outra atleta que buscava uma vaga era Natália Gaudio. Ela conquistou o bronze no individual geral com 21.950 no arco, 22.850 na bola, 20.800 nas maças e 18.950 na fita, totalizando 84.550. Andressa Jardim, ficou na 14ª posição, com 63.800.

Na competição por equipes, a soma das notas de Bárbara, Natália e Andressa deu ao Brasil o primeiro lugar. Com isso, pela primeira vez, o País conquista vaga de equipe para um Mundial. O Brasil somou 208.550, e conseguiu uma pequena vantagem sobre o México, que totalizou 208.300 com Rut, Karla Diaz e Ledia Aladro. Os Estados Unidos obtiveram 196.400. Neste domingo (13), haverá as finais por aparelhos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Governo amplia número de vagas do último concurso da Agepen
Passageira dorme em ônibus e só descobre furto das malas na rodoviária
SELIC
Copom eleva juros básicos da economia para 5,25% ao ano
Golpistas que teriam contratado andarilho para sacar empréstimo são presas
LOTERIA
Veja as dezenas do concurso 2.396 da Mega-Sena, prêmio de R$ 46 milhões
FORTALEZA
PF apreende jatinho com mais de uma tonelada de cocaína em aeroporto
NÚMEROS DA PANDEMIA
Sob ameaça da variante delta, Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de Covid
AQUIDAUANA
Padrasto é condenado a 14 anos de prisão após estupro de enteada
FUTEBOL
STJD aceita pedido do Flamengo e libera volta do público aos estádios
BATAYPORÃ
Juiz nega quebra de sigilo bancário de ex-líder do PSL assassinada

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Após ideia da filha, empresária cria 'varal comunitário' para ajudar quem tem frio
MORTE A ESCLARECER 
Encontrado inconsciente em praça, idoso morre no HV após passar uma semana internado
DOURADOS 
Usuário de drogas procura delegacia após ser assaltado em boca de fumo