Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905

Número de famílias sem condições de pagar contas é o menor desde 2010

22 janeiro 2013 - 18h45

O percentual de famílias que não conseguirão pagar suas dívidas ou contas em atraso atingiu, em janeiro deste ano, seu menor patamar desde janeiro de 2010, quando a Confederação Nacional do Comércio (CNC) começou a fazer o monitoramento.

Segundo Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada nesta terça-feira (22) pela CNC, os consumidores que não terão condições de pagar suas dívidas chegaram a 6,6% neste mês.

Em dezembro de 2012, o percentual era de 7% e, em janeiro de 2012, de 6,9%.

"Essa melhoria na percepção da capacidade de pagamento está muito relacionada às condições de crédito mais favoráveis, como a queda da taxa de juros e o alongamento do prazo. Isso tem favorecido para que essas dívidas tenham um peso menor no orçamento das famílias. E as famílias estão com condições mais favoráveis para renegociar dívidas antigas. Além disso, tem a questão do desemprego baixo e a renda com alta significativa", disse a economista Marianne Hanson, da CNC.

O percentual de famílias inadimplentes no país em janeiro deste ano (21,2%) também caiu em relação a dezembro de 2012 (21,7%). Apesar disso, a inadimplência aumentou em relação a janeiro de 2012, que havia registrado um percentual de 19,9%.

A pesquisa mostra ainda que o percentual de famílias com dívidas (em atraso ou não) neste mês chega a 60,2%, inferior ao de dezembro de 2012 (60,7%), mas superior à taxa de janeiro daquele ano (58,8%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Mutirão DPVAT realiza 386 perícias na comarca de Dourados
ACIDENTE
Garoto de 15 anos desaparece em córrego durante temporal na Capital
Festival da Canção da UEMS divulga música campeã da edição 2020
CULTURA
Festival da Canção da UEMS divulga música campeã da edição 2020
COTAÇÃO
Dólar fecha cotado a R$ 5,12, menor valor desde 22 de julho
Com mudanças no toque de recolher, bares e restaurantes temem prejuízos e demissões
APELO
Com mudanças no toque de recolher, bares e restaurantes temem prejuízos e demissões
DOURADOS
Mulher é esfaqueada pelo ex após discussão no Canaã IV
DOURADOS
Fim de semana pode ter chuva e máxima não passa de 26°C
PANDEMIA 
Civil fecha unidade na Capital após confirmação de casos de Covid
UNIVERSIDADE
Pesquisa vai monitorar presença de Sars-CoV-2 em doadores de sangue assintomáticos
IMPORTAÇÃO 
Caminhões aguardam em fila há 15 dias por liberação para entrar em MS

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso
ACIDENTE
Rodas de carreta se soltam e atingem mulher na calçada em Amambai
DOURADOS
Corpo encontrado na pedreira é de homem desaparecido há quatro dias