Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Mulheres de militares protestam em Brasília

06 março 2005 - 13h29

Uma manifestação de cerca de 150 esposas de militares das três forças armadas marcou na manhã de hoje a cerimônia de troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes. Com faixas e cartazes, elas exigiam "o reajuste salarial de 23% prometido desde o ano passado pelo governo", conforme explicou a líder do protesto, Ester Araújo. Ao final da solenidade, o vice-presidente da República e ministro da Defesa, José Alencar, fez questão de conversar com o grupo de mulheres da manifestação. Ele informou que o governo examinará as reivindicações "com total apreço, como se fôssemos uma parte diretamente envolvida". Com relação à disponibilidade de recursos para o possível reajuste de 23%, José Alencar salientou que "o problema orçamentário não depende apenas do Ministério da Defesa". De acordo com Ester Araújo, o ato de hoje foi "uma manifestação de presença, para mostrar que nós estamos atentas e também pedir aos deputados federais para que votem a Medida Provisória 2215, que está engavetada desde o ano 2000, e que diz respeito ao retorno do auxílio-moradia".

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
GM propõe redução de salários em São José dos Campos
ESTADO
Justiça Eleitoral dá início às sessões de julgamento por videoconferência
ESPORTES
Saiba como se exercitar em casa durante a quarentena
RESTRIÇÕES
Comércio da capital volta a funcionar na segunda-feira
BRASIL
Rio terá turnos de trabalho para não lotar transporte público
PREVENÇÃO
Direção Viva alerta sobre importância de higienizar veículos automotores como prevenção contra o Coronavírus
STF
Ministro julga inviável ação do PDT contra suspensão de prazos do Enem 2020
CULTURA
CCBB Educativo disponibiliza acervo digital de arte-educação
BRASIL
Combate à pandemia mobiliza voluntários em diversas frentes
COVID-19
Barreiras sanitárias abordaram 13,6 mil pessoas em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior