Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
CORONAVÍRUS

MP vai detalhar quarentena de brasileiros repatriados

03 fevereiro 2020 - 13h35Por Agência Brasil

O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse nesta segunda-feira (3) que o governo vai aumentar o nível de alerta em saúde no caso do coronavírus de Perigo Iminente para Emergência em Saúde Pública. Segundo o ministro o reconhecimento de Emergência em Saúde Pública vai facilitar o processo de repatriamento de brasileiros que estão na cidade de Wuhan, na China, epicentro do surto de coronavírus.

Mandetta também adiantou que o governo deve encaminhar ainda hoje ao Congresso Nacional uma Medida Provisória que vai definir os critérios de quarentena."Vamos trabalhar para ela sair hoje", disse. "Vamos fazer uma lei de quarentena para fazer com que todos os itens relacionados a quarentena funcionem interligados", acrescentou o ministro.

Ele destacou que, apesar de o país não ter confirmado nenhum caso de coronavírus, o reconhecimento de Emergência em Saúde Pública vai dar mais agilidade ao governo para os trâmites de repatriação. "Sem o estado de emergência eu não consigo ter medidas de agilidade para lidar com uma situação dessa", disse."O estado de emergência vai servir inclusive para viabilizar essa operação de repatriamento que vai ter custos não previstos", afirmou.

O ministro informou que o governo ainda está finalizando os trâmites para trazer os cerca de 40 brasileiros que estão em Wuhan, mas que ainda não há data definida para o voo. Ele acrescentou que a repatriação se aplica apenas aos brasileiros em Wuhan, já que os que estão fora da cidade têm o direito de de ir e vir e podem sair da China sem o apoio do governo.

"Vamos trazer as pessoas que estão em Wuhan porque a cidade está em estado de bloqueio determinado pela autoridade de saúde da China", disse. "Vamos trazer as pessoas que queiram vir. Em segundo lugar as que estejam em condições de vir e em terceiro, que se garanta a proteção do coletivo com as medidas de saúde necessárias", afirmou Mandetta.

Operação
Segundo Mandetta, o governo trabalha com a possibilidade de realizar dois voos. O Ministério da Defesa ficará a cargo dos detalhes do voo e o das Relações Exteriores, dos trâmites junto ao governo chinês para a liberação dos brasileiros. "O prazo para o repatriamento será o necessário para que nós possamos fazer [o regesso] com a máxima segurança, respeitando todos os trâmites legais e de saúde", disse.

Assim que chegarem ao Brasil, eles deverão ser submetidos a quarentena, de acordo com procedimentos internacionais, sob a orientação do Ministério da Saúde. A duração da quarentena será de 18 dias.

Ainda de acordo com o ministro, não há uma definição do local onde os brasileiros passarão a quarentena. O ministro citou a possibilidade de a quarentena ser realizada em uma base militar em Anapólis (GO), e outra em Florianópolis, no estado de Santa Catarina.

Reunião
O ministro falou com a imprensa ao deixar ums reunião, no Palácio do Planalto, para tratar do assunto na manhão deste segunda-feira. Além de Mandetta, participaram da reunião os titulares da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

Ontem (2), o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Defesa anunciaram, por meio de nota, que o governo estudava as medidas necessárias para trazer de volta os cidadãos brasileiros. Na nota, os ministérios informaram que serão trazidos todos os brasileiros que se encontram naquela região e que manifestarem o desejo de retornar ao país.

Apelo
Neste domingo, um grupo de brasileiros que está na China publicou uma carta aberta, no YouTube, pedindo ajuda ao governo brasileiro para retornar ao Brasil. No vídeo, o grupo afirma que está disposto a passar por quarentena após chegar ao Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Polícia apreende caminhão tanque carregado de maconha na MS-156
JUDICIÁRIO
MPF recorre ao TRF-1 para afastar ministro Ricardo Salles do cargo
CORUMBÁ
Bombeiros encontram corpo do menino de 2 anos que se afogou no rio Paraguai
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
IMPOSTO
Termina quarta-feira prazo para licenciamento para placas final 9
REGIÃO
Jovem é levado para delegacia, após agredir pai e atirar martelo em policiais
ÁGUA CLARA
Jovem é agredida com mordidas e choque ao tentar terminar relacionamento
AVE SILVESTRE
Mulher é multada em R$ 5,5 mil por maltratar papagaio
LEVANTAMENTO
Em uma semana, MS tem quase 500 novos casos notificados de Síndrome Respiratória Grave
BRASIL
Prazo de entrega da declaração do ITR acaba na quarta-feira

Mais Lidas

ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete
POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
DEODÁPOLIS
Homem morre ao bater moto de frente com caminhonete da patroa