Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
BRASIL

Ministros da Agricultura e Meio Ambiente confirmam ida ao Pantanal

30 setembro 2020 - 11h56Por Agência Brasil

Os ministros Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Tereza Cristina (Agricultura) confirmaram presença na visita a Corumbá (MS) e Ladário (MS), no próximo sábado (3), organizada pela Comissão Temporária Externa do Senado para acompanhar as ações no Pantanal.

Na diligência, eles vão avaliar, juntamente com os parlamentares, a situação da população e das áreas incendiadas na região. A reunião terá também a presença de autoridades estaduais, municipais, representantes de organizações não governamentais (ONGs), especialistas, população afetada e membros da sociedade civil.

Os parlamentares aguardam ainda a confirmação da ida do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que comanda o Conselho Nacional da Amazônia Legal.

Somente este ano, o fogo já consumiu 2,916 milhões de hectares do bioma, sendo 1,742 milhão de hectares na área de Mato Grosso e 1,165 milhão de hectares no Pantanal sul-mato-grossense.

“Nós queremos criar uma legislação [Estatuto do Pantanal], não para mudar a legislação estadual – que já é boa –, mas para criar políticas de prevenção”, disse a senadora Simone Tebet (MDB-MS) hoje (30), durante reunião da comissão.

Ela também defende a destinação de recursos de financiamento a fundo perdido, para bancar uma melhor estrutura de brigada de incêndio e o apoio constante da Força Nacional e da Defesa Nacional, para, em parceria com a Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, garantir a prevenção de novas queimadas descontroladas.

Requerimentos

Na primeira parte da reunião de hoje, o colegiado aprovou vários requerimentos.

Um deles convida o ministro do Meio Ambiente a prestar, em audiência pública, informações sobre as medidas adotadas pelo governo para contenção e prevenção das queimadas no Pantanal. Ricardo Salles também deve falar sobre como adequar legislação de proteção da fauna e da flora da região.

Outro requerimento aprovado é para audiência pública com a participação do procurador-geral da República, Augusto Aras, juntamente com procuradores do estado de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NÚMEROS DA PANDEMIA
Brasil tem quase 156 mil mortes por Covid; média móvel fica abaixo de 500
CAPITAL
Em carta, advogado pede perdão por morte de PM em acidente
FISCALIZAÇÃO
Tecnologia auxilia na apreensão de agrotóxicos irregulares em MS
CHAPADÃO DO SUL
Após festa, homem bêbado arrasta esposa grávida pelos cabelos
JUSTIÇA
Construtoras devem indenizar cliente por atraso na entrega de imóvel
ROCHEDO
Trabalhador rural morre após sofrer queda e ser atingido por trator
DECISÃO
BR-163 em MS tem relicitação da concessão autorizada pelo governo federal
JUDICIÁRIO
STF decide que MS tem direito ao ICMS de gás importado da Bolívia
BRASILEIRO SÉRIE D
Águia Negra empata no Mato Grosso e continua fora do G-4
POLÍTICA
Deputados sugerem medidas para reduzir mortes violentas no País

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
DOURADOS
Motorista bêbado causa acidente em semáforo da Avenida Marcelino Pires
DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada