Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
STF

Ministro Fux rejeita habeas corpus contra exoneração de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura

22 janeiro 2020 - 08h48Por Assessoria/STF

O ministro Luiz Fux, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou incabível o Habeas Corpus (HC) 180720, impetrado por um advogado contra a exoneração de Roberto Alvim do cargo de secretário especial de Cultura do governo federal. Segundo o ministro, o ato é de discricionariedade única e exclusiva do presidente da República.

O advogado, que impetrou o HC por conta própria, sustentava que a exoneração teria violado a liberdade de expressão de Alvim, demitido após pronunciamento em que utilizou argumentação e estética nazistas para lançar um prêmio nacional de artes. Ele pedia a reintegração do ex-secretário com o argumento de que o presidente da República, Jair Bolsonaro, teria praticado constrangimento ilegal ao não facultar ao exonerado a ampla defesa e o contraditório e contrariado os princípios da impessoalidade, da legalidade, da moralidade e da publicidade que regem a administração pública.

Ao rejeitar o habeas corpus, o ministro Fux, que assumiu o plantão judiciário no STF nesta segunda-feira (20), conforme previsão no Regimento Interno do STF (artigos 13, inciso VIII, e 14, que autorizam o presidente e o vice-presidente a decidir questões urgentes nos períodos de recesso ou férias), observou que o pedido é incabível, pois seu objetivo é discutir a exoneração de ocupante de cargo público demissível a qualquer momento pelo presidente da República. O ministro explicou ainda que não ficou demonstrado prejuízo ou ameaça de lesão à liberdade de locomoção de Alvim em razão de ilegalidade ou abuso de poder, o que impossibilita a concessão da ordem.

O HC 180720 foi distribuído ao ministro Roberto Barroso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Laudo da perícia confirma que corpo carbonizado é de chargista
BRASIL
Corretoras poderão atuar com pagamentos de boletos a partir de janeiro
Venezuelano saiu de MS é preso com 30 cápsulas de cocaína no estômago
SÃO PAULO
Venezuelano saiu de MS é preso com 30 cápsulas de cocaína no estômago
PRAZOS
Contran divulga novo calendário para renovação de CNH
SAÚDE
Boulos testa positivo para Covid, e debate da Globo é cancelado
DOURADOS 
Sem chuva, previsão indica final de semana quente e umidade baixa
LEVANTAMENTO
MS tem 805 mil empregados; 9° maior percentual de registros em carteira do país
UEMS
Live sobre novo gerenciador do e-mail institucional será nesta sexta
FUTEBOL
Após vitórias, seleção mantém 3ª posição do ranking da Fifa
ECONOMIA
Dólar fecha em queda nesta sexta e recua na semana com clima global mais otimista

Mais Lidas

DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
DOURADOS
Júri condena membros de grupo de extermínio a mais de 100 anos de prisão
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
BONITO
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro na MS-382