Menu
Busca terça, 30 de novembro de 2021
São Paulo
39°max
24°min
São Paulo
39°max
24°min
São Paulo
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
NÚMEROS DA PANDEMIA

Média de mortes por Covid completa uma semana abaixo de 400

18 outubro 2021 - 19h20Por G 1

O Brasil registrou nesta segunda-feira, dia 18 de outubro, 197 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 603.521 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 322 -- abaixo da marca de 400 pelo 7º dia seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -33% e aponta queda pelo nono dia seguido.

Sob influência do feriado estendido de Nossa Senhora Aparecida, as médias móveis de mortes e casos caíram bastante na última semana.

Devido às equipes reduzidas trabalhando nos municípios, os números de casos e mortes registrados no sistema nacional ficam abaixo do normal, como visto em feriados anteriores; como consequência, apontam uma queda maior que a esperada na média móvel (que leva em consideração os dados dos últimos 7 dias). Por isso, a queda deve ser avaliada com cautela.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20 horas desta segunda. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

Terça (12): 367

Quarta (13): 318

Quinta (14): 334

Sexta (15): 319

Sábado (16): 331

Domingo (17): 325

Segunda (18): 322

Em 31 de julho, o Brasil voltou a registrar média móvel de mortes abaixo de 1 mil, após um período de 191 dias seguidos com valores superiores. De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Oito estados (ES, AM, RO, RR, BA, CE, PI e RN) apresentam alta de mortes. Cinco estados (AC, AM, CE, PB e RN) não registraram novos óbitos nesta segunda. O Rio de Janeiro não atualizou o número de mortes.


Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 21.651.444 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 9.250 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi 10.050 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -40% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica queda nos diagnósticos.

Em seu pior momento a curva da média móvel nacional chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano.

Brasil, 18 de outubro

Total de mortes: 603.521

Registro de mortes em 24 horas: 197

Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 322 (variação em 14 dias: -33%)

Total de casos confirmados: 21.651.444

Registro de casos confirmados em 24 horas: 9.250

Média de novos casos nos últimos 7 dias: 10.050 (variação em 14 dias: -40%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem morre vítima de acidente de trânsito entre Deodápolis e Ipezal
REGIÃO
Homem morre vítima de acidente de trânsito entre Deodápolis e Ipezal
BRASIL
Câmara aprova medidas de transparência e teto para orçamento secreto
SIDROLÂNDIA
Briga em bar acaba com homem morto a facadas e tiros na cabeça
Procon autua empresa de ônibus por não reservar passagens gratuitas
ANDORINHA
Procon autua empresa de ônibus por não reservar passagens gratuitas
PARANAÍBA
Mulher é presa com cocaína e diz que traficava para ajudar filha deficiente
ELEIÇÕES
TSE divulga resultado do teste de segurança da urna eletrônica
NOVA ANDRADINA
Homem é autuado R$ 5 mil por criar ave silvestre ilegalmente 
FUTEBOL
Messi conquista Bola de Ouro pela 7ª vez; Jorginho fica em 3º
PONTA PORÃ
Durante tempestade, detentos quebram grade e fogem de presídio
EMPREGO
Telebras abre concurso para 1.181 vagas, com salários de até R$ 8,7 mil

Mais Lidas

ITAPORÃ
Ciclista morta após ser atropelada por carreta é identificada
DOURADOS
Vítima diz que assaltante devolveu dinheiro roubado após oração
CAPITAL
PRF que atirou em homem no interior de motel é encontrado morto
DOURADOS
Família procura por jovem que saiu de casa há mais de um mês e não retornou