Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
POLÍTICA

Marina fala em providência divina por não embarcar no voo

17 agosto 2014 - 20h10

Jornal O DIA

Na primeira aparição pública após a morte de Eduardo Campo, Marina Silva creditou ontem à existência de uma ‘providência divina’ o fato de não ter embarcado no trágico voo, que caiu quarta-feira em Santos, com o presidenciável do PSB.

“Penso que existe uma providência divina em relação a mim, ao Miguel, a Renata e ao Molina”, disse Marina a jornalistas, durante o voo que a levou de São Paulo para Recife para o funeral de Campos.Ela referia-se à mulher, ao filho e a um assessor do ex-governador de Pernambuco.

Sem confirmar sua candidatura à Presidência no lugar do ex-governador de Pernambuco, Marina afirmou ter “senso de responsabilidade e compromisso com o que a perda de Eduardo nos impõe”.

No início da noite de ontem, Marina chegou à casa da família Campos descendo vagarosamente os 13 degraus que dão acesso ao terraço onde estava a viúva Renata. “É essa a sua força”, disse Marina, que, segundo familiares, foi consolada pela viúva. Junto com Marina, havia mais de 20 pessoas, entre políticos, assessores e familiares.

A ex-senadora só se transformará oficialmente em presidenciável na próxima quarta-feira, quando o PSB chancelar seu nome na cabeça de chapa. Mas já foi tratada como tal pelo coordenador do programa de governo pelo PSB, Maurício Rand, que a recepcionou, chamando-a de ‘presidenta’.

O dia ontem na capital pernambucana foi de muita expectativa, na véspera do enterro do ex-governador Eduardo Campos, marcado para a hoje, às 17h, no Cemitério Santo Amaro. Antes mesmo da chegada dos restos mortais do ex-governador, dezenas de líderes políticos desembarcaram em Recife e foram à casa da família Campos. A presença da cúpula do PSB na residência fez com que se especulasse uma reunião, onde seria batido o martelo sobre o novo nome para disputar a Presidência da República.

O presidente do PSB, Roberto Amaral, bastante incomodado, garantiu que nada foi tratado acerca das eleições, e que ninguém tinha condições emocionais de tratar do tema. Ele assegurou que a decisão será divulgada apenas na próxima quarta-feira, às 15h, em Brasília.

“É muito chato ficar respondendo essas coisas. O Eduardo era nosso amigo e viemos aqui abraçar a Renata e a família. Todo o resto será discutido depois. Antes de quarta-feira, tudo o que for divulgado será especulação. Nós viemos aqui apenas nos despedir do nosso amigo”, frisou um emocionado Roberto Amaral.

O deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), que até o início da tarde era o mais cotado para compor a chapa como vice de Marina, disse que abrirá mão da candidatura caso Renata Campos decida concorrer à vice-presidência. “Se ela quiser, será ela”, afirmou o deputado.

Para confirmar a candidatura da viúva, a cúpula do partido depende de duas questões fundamentais: saber se Renata topa a empreitada, e se ela está ou não licenciada do cargo no Tribunal de Contas do Estado. Segundo amigos próximos à família, Renata, a princípio, prefere dar atenção aos cinco filhos neste momento. Mas nada está definido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
REGIÃO
Mais Social: beneficiários já podem utilizar créditos nesta terça-feira
Mulher finge dormir e flagra marido estuprando neta de 9 anos
ESTADOS UNIDOS
Presidente Bolsonaro se reúne com primeiro-ministro britânico nos EUA
PEDRO JUAN
Irmãos executados na fronteira foram vítimas de fugitivo de presídio
DOURADOS
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina