Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE

Mães lutam pela liberação do uso de células tronco em casos de mielomeningocele

03 dezembro 2019 - 08h14Por Wender Carbonari

Grupos de mães em diversas cidades do Brasil estão se agrupando para pressionar as instituições para que sejam implementados políticas públicas de conscientização e garantias de tratamentos pelo SUS (Sistema Único de Saúde) para o tratamento de mielomeningocele, que é uma malformação congênita da coluna vertebral da criança em que as meninges, a medula e as raízes nervosas estão expostas.

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência chegou a ir até Brasília (DF), na sede do Ministério da Saúde, há algumas semanas, pedir a liberação da utilização das células troncos no Brasil para tratamentos das sequelas causadas por essa situação. 

Além disso, as mães exigiram que seja definida uma data para representar a discussão sobre o tratamento e a garantia da cirurgia intrauterina como direito de todas as mães diagnosticadas durante a gestação, evitando que o bebe desenvolva a hidrocefalia.  

Estas informações são de Rejane Teófilo, de 35 anos, moradora no estado do Ceará, e que tem uma filha, Laura Valentina Teófilo, de 2 anos e 6 meses sofre os efeitos desta doença.  

Rejane, representante da Comissão, contou ao Dourados News que descobriu a doença da filha ainda com quatro meses de gravidez.

Existe uma cirurgia que pode ser feita nesse período, mas, na época, não foi possível realizar. Rejane explica que a situação da filha atualmente é preocupante sendo necessário uma série de cuidados e medicamentos diários. 

O objetivo com a campanha destas mães que tem filhos com esta doença ainda pouco conhecida é sensibilizar as instituições para que implantem medidas necessárias para tratar as gestantes ainda durante a gravidez, além possibilitar que crianças que já possuem a doença possam ser tratadas com utilização de células tronco. 

O que é mielomeningocele?

A incidência de mielomeningocele no Brasil é de 1 em cada 1.000 nascidos vivos. Em países desenvolvidos, já não há registros dessa patologia.

Trata-se de uma malformação congênita da coluna vertebral da criança em que as meninges, a medula e as raízes nervosas estão expostas. Acontece entre 18 e 21 dias de gestação. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPEONATO PAULISTA
Palmeiras passa pela Ponte e enfrenta o Corinthians decisão
CORONAVÍRUS
Covid-19 matou 94,1 mil pessoas no Brasil desde o início da pandemia
FUTEBOL
Corinthians vence e vai em busca do tetra Paulista
INTERNACIONAL
Astronautas da NASA completam missão no espaço a bordo da SpaceX
CORUMBÁ
Militar do Exército é agredido em região de fronteira de Mato Grosso do Sul
ECONOMIA
Liberação de R$ 3 bi da Lei Aldir Blanc será por meio de plataforma
CRIME AMBIENTAL
Douradense é autuado por exploração ilegal de madeira e desmatamento
DESENVOLVIMENTO
BNDES terá mais recursos para recuperação de resíduos sólidos
ESPORTES
Benfica marca apresentação de Jorge Jesus em busca de dias melhores
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiro leva multa por desmatamento de 16 hectares de vegetação

Mais Lidas

ACIDENTE
Motociclista perde controle da moto e invade estabelecimento na Marcelino Pires
ACIDENTE
Jovem é atropelado em Dourados e motorista foge do local sem prestar socorro
TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa