segunda, 08 de agosto de 2022
Dourados
22°max
17°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Lula chama empresários brasileiros a investirem na Venezuela

15 setembro 2004 - 23h46

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje em um encontro com seu colega venezuelano, Hugo Chávez, que ninguém pode duvidar que existe democracia na Venezuela e convocou os empresários brasileiros a investir sem medo no país. Lula e Chávez se reuniram, juntamente com empresários de ambos os países, e trocaram agradecimentos e cumprimentos pelo resultado do referendo que ratificou, no mês passado, no poder o presidente venezuelano, e pelo papel "pacificador" do Brasil neste processo. "A tua vitória e a consolidação do referendo são uma marca que não deixa dúvida em nenhum país do mundo de que na Venezuela existe uma verdadeira democracia", disse Lula."Eu quero dizer aos empresários brasileiros, e dizer de coração aberto, que fui muito criticado quando, há dois anos, elogiei o presidente Hugo Chávez e disse que era amigo dele. Quero dizer para vocês: não tenham medo de fazer parceria com os empresários venezuelanos; não tenham medo de investir na Venezuela", acrescentou Lula. Seguindo a mesma linha, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, confirmou que o país desembolsará créditos para financiar projetos de energia, transporte, estradas e irrigação na Venezuela. Dentro de uma linha de créditos já anunciada de 1 bilhão de dólares para obras na Venezuela, o Brasil já identificou projetos a serem financiados em total de 400 milhões de dólares, disse Furlan. Lula, que no ano passado incentivou a criação de um Grupo de Amigos para ajudar a solucionar a crise política venezuelana, pediu aos empresários brasileiros para "estabelecer sociedades" com empresas venezuelanos para aumentar o comércio bilateral. Durante o encontro empresarial, empresas de ambos países firmaram numerosos acordos, entre eles o da mineradora brasileira Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) com a Corpo Zulia, um organismo de desenvolvimento do estado venezuelano de Zulia, para estudar a possível exploração de carbono a ser importado pelo Brasil. Hugo Chávez, em seu longo discurso, afirmou que "amor com amor se paga". Anteriormente, em uma reunião apenas com Lula e alguns ministros, Chávez insistiu na sua proposta de "mecanismos alternativos" de integração, como a criação de uma petrolífera conjunta e um canal de televisão "do sul". Hugo Chávez, ao chegar ao hotel onde se reuniu com Lula na cidade de Manaus, assegurou que seu país pretende "ser um membro muito ativo" no Mercosul. Hugo Chávez chegou hoje a Manaus em sua primeira viagem ao exterior desde que venceu o referendo no mês passado em seu país, com o qual a oposição pretendia tirá-lo do poder.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Varíola dos macacos: entidades criticam estigma a homossexuais

Homem é espancado em construção abandonada na Capital
POLÍCIA

Homem é espancado em construção abandonada na Capital

GERAL

Justiça nega 'habeas corpus' pedido pela defesa do cônsul alemão

Ladrões invadem empresa e furtam óleo diesel
REGIÃO

Ladrões invadem empresa e furtam óleo diesel

CULTURA

Academia Brasileira de Letras reabre bibliotecas para o público

CAPITAL

Mulher capota veículo e é socorrida pelo Corpo de Bombeiros

DIREITOS HUMANOS

Lei Maria da Penha completa 16 anos neste domingo

POLÍCIA

Foragido da justiça é preso em abordagem na fronteira

POLÍTICA

Eleições 2022 mantém maioria do eleitorado feminina, com 53%

POLÍCIA

Boca de fumo é fechada e traficante preso na fronteira

Mais Lidas

LUTO

Conselho de Agronomia lamenta morte de jovem agrônoma em acidente

Adolescente fica gravemente ferido após caminhonete capotar na MS-141

SUSPEITO FOI PRESO

Casal de idosos é assassinado em residência no centro de Coxim

REGIÃO

Corpo de idoso é encontrado carbonizado em residência destruída por incêndio