Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
ABUSO

Ligações indesejadas de bancos e financeiras já podem ser bloqueadas

03 janeiro 2020 - 06h25Por G 1

A partir desta quinta-feira, dia 02 de janeiro, clientes podem pedir o bloqueio de chamadas telefônicas de financeiras e bancos oferecendo empréstimo consignado. O bloqueio pode demorar até 30 dias para começar a valer.

Dona Marlene Cerqueira tem 85 anos e já perdeu as contas de quantas ligações recebeu com ofertas de consignado - aquele tipo de empréstimo em que a parcela é descontada direto na folha do trabalhador ou no benefício do aposentado.

“É abusivo. Tem dia que a gente recebe três telefonemas com o mesmo assunto para dizer o não”, disse.

Idosos, como dona Marlene, são os que estão mais vulneráveis a esse tipo de oferta por telefone. A ouvidoria do INSS recebe, em média, 50 mil reclamações por ano relativas a crédito consignado.

“Muitas vezes as pessoas não sabem diferenciar realmente se é uma boa opção ou não para o momento que está passando na vida”, disse Marcia Souza, diretora de Benefícios do INSS.

Em novembro de 2019, 36% dos consignados foram feitos por aposentados. Trabalhadores com carteira assinada e servidores públicos também podem fazer esse tipo de empréstimo.

Agora, quem estiver incomodado com as ofertas vai poder bloquear essas ligações. Basta acessar o site não meperturbe.com.br. Para se cadastrar é preciso informar nome, CPF e e-mail e criar uma senha. Em seguida, validar o cadastro no e-mail que será enviado e acessar o site. Para pedir o bloqueio, coloque o número do telefone fixo ou celular e marque quais instituições não quer receber ligações de telemarketing.

Depois que cadastrar o telefone no Não me Perturbe, os bancos e as empresas contratadas têm um mês para parar de ligar. Mas, atenção: o pedido de bloqueio tem de ser renovado a cada ano.

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) afirma que as instituições que não respeitarem o pedido de bloqueio serão punidas.

“Advertências, multas elevadas e até exclusão dos bancos do sistema de autorregulação. Isso pode culminar até a impossibilidade de oferta do produto. Portanto, são sanções que, realmente, têm por finalidade coibir práticas abusivas, coibir o assédio comercial”, explicou Isaac Sidney, vice-presidente Febraban.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem é preso acusado de estuprar a sogra idosa
ECONOMIA
CNI: confiança do empresário industrial voltou de forma disseminada
ARTIGO
Crianças – suas necessidades e direitos
DOURADOS
Preso no Ipê Roxo era investigado desde fevereiro por estupro do sobrinho
FUTEBOL
Árbitro-assistente de MS atua na Série A do Brasileirão nesta quarta
INFRAESTRUTURA
Governo anuncia empresa vencedora de licitação para asfaltar acesso à Perimetral pela Missão Caiuá
DOURADOS
Dupla aborda casal sentado em mureta e rouba bicicleta, carteira e celulares
BR-262
Fusca se parte ao meio e cinco ficam feridos após colisão contra guard rail
EDUCAÇÃO
Faça cursos, prepare-se... Curso de recepção de clínica e laboratório e curso de cuidador de idosos em agosto em dourados
DOURADOS
Polícia cumpre mandado de prisão contra homem acusado de estupro no Ipê Roxo

Mais Lidas

DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Amigos vão procurar homem e encontram corpo em avançado estado de decomposição
DOURADOS
Motociclista é atingido por veículo que praticava "racha' e tem fratura exposta
CORGUINHO
Jovem morre após sofrer acidente durante passeio de moto com amigos