Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
LIMINAR

Justiça suspende posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho

09 janeiro 2018 - 06h24Por G 1

Justiça Federal do Rio suspendeu nesta segunda-feira, dia 0 de janeiro, a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho. A decisão, em caráter cautelar liminar, é do juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal Criminal de Niterói.

A ação popular foi movida por João Gilberto Araújo Pontes, entre outros, após a denúncia de que Cristiane Brasil foi condenada a pagar R$ 60 mil por dívidas trabalhistas com dois ex-motoristas. O juiz fixou ainda multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento da liminar.

Em seu despacho, o magistrado destaca que decidiu conceder a liminar sem ouvir os demais envolvidos "encontra-se justificado diante da gravidade dos fatos sob análise" e que a nomeação de Cristiane Brasil fere o princípio da moralidade administrativa.

"Em exame ainda que perfunctório, este magistrado vislumbra fragrante desrespeito à Constituição Federal no que se refere à moralidade administrativa, (...) quando se pretende nomear para um cargo de tamanha magnitude, Ministro do Trabalho, pessoa que já teria sido condenada em reclamações trabalhistas, condenações estas com trânsito em julgado", escreveu Couceiro.

O juiz também observa que não compete ao Poder Judiciário examinar o mérito administrativo da nomeação de ministros, em respeito ao príncipio da separação de poderes, mas ressalta que este mandamento não é absoluto em seu conteúdo: "Deverá o juiz agir sempre que a conduta praticada for ilegal, mais grave ainda, inconstitucional, em se tratando de lesão a preceito constitucional autoaplicável".

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou que já prepara recurso contra a liminar que suspende a posse de Cristiane Brasil como ministra do Trabalho. Nesta segunda (8), antes da decisão judicial, Cristiane procurou o presidente Michel Temer para saber se sua indicação estava mantida. Segundo o blog da jornalista Andréia Sadi, o presidente teria garantido à deputada que estava decidido a nomeá-la para o ministério.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRANDE DOURADOS
Telhado de barracão ‘voa’ com vento em cerealista; veja vídeo
PLANO DE ARBORIZAÇÃO
Diagnóstico de 2019 mostrou necessidade de manejo em 20% das árvores de Dourados
PARANHOS
Motocicleta com sinal identificador adulterado é apreendida
LEI SECA
Operação conjunta aplica mais de 300 testes de embriaguez em apenas um dia na Capital
OPORTUNIDADE
Semana começa com mais de 100 vagas de trabalho em Dourados
TEMPORAL
Ventania passa e deixa rastro de destruição em Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Presas com drogas, mulheres dizem se tratar de "favor a um desconhecido"
DOURADOS
Serviços Urbanos prorroga prazo e eleva valor para uso de mão de obra carcerária
EDUCAÇÃO
Fies: inscrições para vagas remanescentes são retomadas hoje
FLAGRANTE
Após denúncia, polícia prende homem armado em Rio Brilhante

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
PM é acionada e consegue evitar suicídio de homem em hotel
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares
DOURADOS
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça