Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021
(67) 99257-3397

José Açencar: Brasileiros reclamam do tratamento em Portugal

18 outubro 2004 - 22h18

O vice-presidente José Alencar se encontrou hoje com a comunidade brasileira que vive em Lisboa.No encontro, os imigrantes falaram sobre os problemas que enfrentam para conseguir o visto permanente de residência no país e pediram uma solução para o problema. Em julho de 2003, os governos dos dois países assinaram acordo, durante a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Portugal, para ampliar a emissão de vistos de permanência para os brasileiros que vivem irregularmente no país. Estima-se que 30 mil brasileiros encaminharam documentação necessária para obter o visto. Deste total, acredita-se que 40% conseguiram se legalizar neste período. Mais de 10 mil estão na fila de espera. José Alencar informou que não é possível resolver de forma imediata o problema, mas irá discutir a questão quando chegar ao Brasil. “Nós não temos nenhum poder para chegar e dizer que a legislação deve ser mudada. Mas temos, obviamente, o dever de dialogar com as autoridades portuguesas e encontrar uma solução para cada um desses problemas porque tem passado o imigrante brasileiro”, ressaltou. De acordo com a representante dos pesquisadores e estudantes da Universidade de Coimbra, Allene Lage, que participou do encontro, outros problemas enfrentados pelos brasileiros são a discriminação nos aeroportos e o medo de visitarem as famílias no Brasil e perderem o emprego. Para ela, encontros como este deveriam ser realizados em outras cidades portuguesas, já que os brasileiros irregulares não estão apenas em Lisboa. O vice-presidente disse que é preciso avaliar se os empregadores estão mostrando interesse em facilitar a regularização dos empregados brasileiros. Os imigrantes reclamaram também dos preços cobrados pelos bancos federais, como Caixa Econômica e o Banco do Brasil, para as remessas de dinheiro para o Brasil. O vice-presidente ressaltou que dificuldades com a imigração é uma realidade nova para o governo brasileiro. “O Brasil não tem tradição de grandes migrações. Pelo contrário, o Brasil é um país que recebia imigrantes do mundo inteiro. Os primeiros foram os portugueses”, lembrou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corrida de aplicativo termina em discussão e agressão em Dourados
DOURADOS
Corrida de aplicativo termina em discussão e agressão em Dourados
NÚMEROS DA PANDEMIA
Mortes por Covid passam de 555 mil; média é menor desde fevereiro
Estudante de Medicina é rendido e sequestrado por dupla armada
COVID-19
Servidores vacinados do judiciário deverão retornar ao trabalho presencial
Homem é multado em dez mil reais por construção de rancho e área de lazer em área de proteção
CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em dez mil reais por construção de rancho e área de lazer em área de proteção
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
CONSEQUÊNCIA
Estudo brasileiros encontra coronavírus na retina de humanos
TRÁFICO
Caminhão boiadeiro que seguia para o Maranhão é apreendido com maconha
PARCERIA
Governador abre diálogo com os EUA para investimentos no Pantanal
IVINHEMA
Homem oferece passeio de carro e estupra menino de 12 anos com deficiência

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PEDRO JUAN
'Justiceiros' voltam a atacar na fronteira e matam adolescente
DOURADOS
Motorista que fugiu após atropelar motociclista no centro não possuía CNH
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte