Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

INSS libera segunda parcela do 13º salário a partir desta segunda-feira

25 novembro 2019 - 08h46Por Da Redação

A segunda parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas da Previdência será liberado a partir desta segunda-f9eira, dia 25 de novembro.

A primeira parcela foi liberada em agosto e correspondeu a 50% do valor do benefício do assegurado pelo INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). A segunda parcela terá valor corresponde entre à diferença do total e da parcela paga em agosto.

Vale lembrar, o governo vai descontar o valor do Imposto de Renda, na segunda parcela do 13º. O prazo para o pagamento vai até o dia 06 de dezembro. A estimativa é que o 13º injete mais de R$ 21 bilhões na economia do país.

Os valores que serão pagos aos beneficiários estão disponíveis no portal do INSS, na internet. O endereço eletrônico é o meu.inss.gov.br.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Festa com 80 pessoas em plena pandemia é finalizada pela Guarda
MS
Jovem morre após namorado capotar carro em Campo Grande
PANDEMIA
Secretário alerta que pessoas com covid-19 devem procurar hospital ao menor sinal de piora do quadro
MS E OUTROS ESTADOS
Ministério certifica instituições por contratar quase 17 mil presos
PANDEMIA
Morre ex-deputado Nelson Meurer, condenado na Lava Jato e internado por Covid-19
REGIÃO
Homem é autuado em quase R$ 10 mil por derrubada de árvores ilegal
ESTADO
Governo divulga passo a passo para servidor fazer exame de coronavírus pelo plano de saúde
BRASIL
“O trabalho remoto veio pra ficar”, diz presidente do TST
ESTADO
Governo executa tapa-buraco e projeta recapeamento na MS-382, acesso a Bonito
BRASIL
Universidades desenvolvem apoio a diagnóstico de covid-19 com raio-x

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados