Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99659-5905
JUSTIÇA

Grupo Oi realiza acordos para pagamentos de até R$ 50 mil a credores

03 outubro 2017 - 19h05Por Da Redação

O Grupo Oi dá continuidade ao Programa para Acordo com Credores, com o pagamento de até R$ 50 mil para quem está listado na Relação de Credores publicada em 29 de maio desse ano. Se seu nome está na lista de credores com valores a receber da Oi, participe do programa e receba seu crédito.

Para isso, acesse o site www.credor.oi.com.br, faça seu cadastro e conclua os procedimentos necessários para receber o seu crédito, conforme processo número 0203711-65.2016.8.19.0001, da 7a Vara Empresarial do Rio de Janeiro.

Se você precisar de apoio para acessar o site ou fazer seu cadastro, procure um dos 39 centros de atendimento do Grupo Oi disponíveis em todos os estados do país, em qualquer dia útil, no horário de 9h às 17h.

Confira os endereços no site www.recjud.com.br ou ligue 0800 644 3111.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Comerciante leva multa de R$ 37 mil por desmatamento em Bela Vista
BELEZA
Especialista revela o porque da procura por dentistas para realizar aplicações de botox
DIREITOS HUMANOS
Estatuto da Criança e do Adolescente ganhará versão em Libras
R$ 863 MIL
Prefeito da Capital anuncia compra de “kit prevenção” à Covid-19
ESPORTES
Sob forte chuva, Hamilton garante pole position no GP de Estíria
ESPORTES
Comitê Olímpico confirma Missão Europa na próxima sexta-feira
CORONAVÍRUS
Deputados podem votar projeto de indenização a profissionais de saúde na terça
PANDEMIA
Surto de Covid-19 nas Américas está longe de acabar, dizem cientistas
JUSTIÇA
Ronaldinho Gaúcho tem recurso negado e segue preso no Paraguai
PMA
Pescadores de São Paulo são autuados por crime ambiental em MS

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados