Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905
CONVOCAÇÃO

Governo fará cadastro não obrigatório de profissionais de saúde para o SUS

02 abril 2020 - 21h20Por G 1

O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta quinta-feira, dia 02 de abril, que não é obrigatório o cadastro dos profissionais de saúde para realizarem os cursos de capacitaçãopara o combate a Covid-19. O cadastro dos profissionais, também, vai ser usado para a convocação em caso de necessidade de atuação em outros estados.

O ministro afirmou que a convocação será iniciada com aqueles que têm disponibilidade. "Se você entende que voce pode sair da sua cidade e pode atender em outra cidade a qualquer momento. O Ministério da Saúde vai saber através do cadastro que você pode fazer parte de uma força tarefa que vai ajudar ".

"Estou dizendo para quem quer enfrentar. Não é uma convocação e não é obrigatória. Mas é previsto em lei que pode convocar", Luiz Henrique Mandetta, Ministro da Saúde.

Ação contra a portaria

Segundo o ministro, o Conselho Regional de Madicina do Rio de Janeiro (Cremerj) entrou com uma medida jurídica contra a portaria. O ministro afirmou que o Rio de Janeiro deve ser um dos estados que vai necessitar do apoio de outros Estados. "Esse ano uma das cidades que mais pode haver necessidade é o Rio de Janeiro"

Em nota, o Cremerj afirmou que "a Declaração de Emergência em saúde pública de importância internacional pela Organização Mundial da Saúde não pode se sobrepor ao direito constitucional do cidadão e dos Médicos".

"Não faltam médicos no país e nos dando equipamentos de proteção obrigatórios, boas condições de trabalho e segurança trabalhista não nos furtaremos a atuar juntos com o Ministério da Saúde para debelar a pandemia" - diz a nota.

Convocação

O Ministério da Saúde publicou uma portaria que determina o cadastro de profissionais de 14 categorias da área da saúde para realizar capacitação, em caráter emergencial, para trabalhar pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no combate ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (2).

Médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais, profissionais de educação física e até veterinários foram convocados.

A possibilidade de o Ministério da Saúde requisitar profissionais, garantido o pagamento posterior, está prevista na lei 13.979/2020, que trada das medidas a serem adotadas durante a emergência de saúde pública causada pelo novo coronavírus.

Lista das categorias convocados

serviço social

biologia

biomedicina

educação física

enfermagem

farmácia

fisioterapia e terapia ocupacional

fonoaudiologia

medicina

medicina veterinária

nutrição

odontologia

psicologia

técnicos em radiologia

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown