Menu
Busca quinta, 03 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
BRASIL

Governo descarta greve nacional de caminhoneiros

16 dezembro 2019 - 16h05Por Agência Brasil

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse hoje (16) que acredita que está descartada uma greve nacional de caminhoneiros, como ocorreu em maio de 2018.

“Hoje era o dia do início e não está tendo nada nas estradas, não houve ponto de bloqueio, porque há um respeito nosso com os caminhoneiros e dos caminhoneiros com a gente. Conseguimos estabelecer o diálogo, eles sabem que têm as portas abertas e a cada dia construímos uma solução nova”, disse, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, após reunião no Ministério da Infraestrutura, em Brasília.

Na semana passda, um grupo de caminhoneiros falou sobre a possibilidade de uma greve que se iniciaria nesta segunda-feira, mas a maior parte dos representantes da categoria descarta o movimento.

De acordo com o ministro, o governo tem mantido um excelente diálogo com a maioria da categoria e já realizou, neste ano, seis encontros do Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário De Carga (Fórum TRC). No início de dezembro, foi realizada a 35ª reunião do grupo  que representa 2,6 milhões de caminhoneiros, 37.386 empresas, 1.584 sindicatos e 75 federações.

Entre as ações já desenvolvidas para a melhoria das condições de trabalho e renda da categoria, o ministro Tarcísio citou a diminuição da multa por excesso de peso e a obrigação de concessionárias construírem pontos de parada e descanso em rodovias. Segundo o ministro, também estão sendo preparados sistema de documentação de transporte eletrônico e uma resolução que trata do código identificador da operação de transporte. “Ele vai simplificar muito a vida do caminhoneiro, diminuir tempo de parada em posto fiscal, permitir agendamento portuário automático, diminuir a necessidade de ter atravessador na ponta, isso aumenta a renda”, explicou.

O ministro disse ainda que nesta semana será lançado o projeto Roda Bem Caminhoneiro de estímulo ao cooperativismo da categoria.

Malha ferroviária

Em reunião, hoje, no Ministério da Infraestrutura, o presidente Jair Bolsonaro manifestou o interesse do governo na ampliação da malha ferroviária no país. De acordo com o ministro das Infraestrutura, para o ano que vem há “possibilidades muito concretas” da realização das concessões da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e da Ferrogrão.

“E discutimos soluções para a Transnordestina. Muito em breve teremos boas notícias para dar para a população dos três estados, Piauí, Pernambuco e Ceará, de uma solução para aquela obra.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

BATAGUASSU
Mulher é presa em flagrante por matar marido com facada no peito
ALIADO DE BOLSONARO
Ministério Público pede ao TSE quebra de sigilos de Luciano Hang
CAMPO GRANDE
Após uma semana, atropelada em bairro da Capital morre na Santa Casa
ECONOMIA
Conheça quais são os programas de bolsas para estudantes da UFGD
CAPITAL
Mãe e padrasto são denunciados por bater e deixar crianças sem comida
APOSENTADORIA
INSS divulga calendário de pagamentos de benefícios em 2021
REGIÃO
Morre baleado em ataque que feriu mulher e criança em Campo Grande
JUSTIÇA
Mutirão "Nome Limpo" segue até dia 11 para conciliação na quitação de dívidas
HOMICÍDIO
Morto ao buscar filho tentou fugir ao descobrir ex-cunhado armado
SAÚDE
Apresentadora Fátima Bernardes é diagnosticada com câncer de útero

Mais Lidas

PANDEMIA
Casos de coronavírus levam fechamento de três agências bancárias em Dourados
POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
MAUS TRATOS
Mãe é denunciada após apagar cigarro na mão da filha em Dourados
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso