Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Gaviões apresentará garoto de 17 anos como autor do disparo, diz jornal

24 fevereiro 2013 - 15h30

Enquanto 12 torcedores do Corinthians estão presos em Oruro, na Bolívia, a Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do time, prometeu apresentar à polícia brasileira nesta segunda-feira um garoto de 17 anos como o autor do disparo de sinalizador que matou o adolescente Kevin Espada. A informação é do jornal “Folha de S.Paulo”. O menino boliviano, de 14 anos, foi atingido no jogo contra o San José, na quarta-feira, pela Taça Libertadores da América.

O menor, cujo nome não foi divulgado, não chegou a ser detido pela polícia boliviana e voltou para o Brasil. De acordo com a Gaviões, o garoto queria se entregar ainda na Bolívia, mas como a torcida se julga responsável por ele, preferiu aguardar o retorno a São Paulo. Alega-se também que, em Oruro, o clima de revolta poderia representar um risco para o rapaz. Ele retornou no sábado, de ônibus, com outros torcedores que assistiram à partida contra o San José. O advogado que representa a torcida organizada afirma que o disparo foi acidental.

Enquanto o menor não é apresentado à polícia, 12 corintianos estão na penitenciária de San Pedro. Eles foram indiciados e aguardam julgamento, mas durante todo o tempo negaram que o autor do disparo esteja entre eles. O embaixador do Brasil na Bolívia, Marcel Fortuna Biato, chega a Oruro neste domingo para ajudar os torcedores.

As duas celas que abrigam os torcedores na penitenciária estão isoladas de outros detentos. Apesar de não haver contato físico e visual, os corintianos conseguem ouvir os outros presos. De acordo com a esposa de um dos brasileiros, na chegada eles escutaram os bolivianos gritando “San José, San José”. O clima, segundo ela, era “assustador”. O responsável pelo presídio, o coronel Carlos Coritza, admitiu que a capacidade do local é para 300 presos, mas hoje há cerca de 500 no local.

No plano esportivo, o Corinthians já foi punido pela Conmebol e terá de jogar suas partidas como mandante na Libertadores sem torcida, de portões fechados. Nos jogos fora de casa, corintianos não poderão comprar ingressos. O clube tenta anular a decisão e aguarda uma posição da Confederação Sul-Americana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
FAMOSOS
Morris, par de Naya Rivera em 'Glee', quer conduzir grupo de buscas pela atriz
BRASIL
Leila Barros confirma que contraiu covid-19
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
BRASIL
Embrapa coleta bactérias e fungos com potencial econômico na Amazônia
OPORTUNIDADE
IFMS tem inscrições abertas para 120 vagas em cursos de especialização
ESPORTES
Semana será marcada pelo 1º Camping Virtual de Parataekwond
TRÊS LAGOAS
Mulher é sequestrado pelo ex na frente de familiares
BRASIL
Habilidades socioemocionais poderão ajudar na reabertura das escolas
MS
Traficantes fogem e polícia apreende 600 kg de maconha em Bonito

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados