Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
SERASA

'Feirão Limpa Nome' começa hoje; negociações serão pela internet

06 novembro 2017 - 10h14Por G 1

Começa nesta segunda-feira, dia 06 de novembro, o “feirão limpa nome” da Serasa, que permite que os consumidores com dívidas em atraso possam rever suas pendências. As renegociações acontecerão pela internet até o final de novembro. Não há previsão de data para a versão presencial do feirão.

O programa terá duração até 30 de novembro. Os consumidores poderão renegocias suas dívidas diretamente com as empresas credoras que estiverem participando. Para fazer isso, é preciso acessar o site do Serasa Consumidor e se cadastrar. Para quem não sabe se está com o nome sujo, também é possível fazer uma consulta gratuita para verificar se há pendências em seu CPF.

Para renegociar sua dívida no feirão, o consumidor inadimplente deve verificar se a empresa para a qual está devendo estará participando do programa. Segundo a Serasa Experian, o feirão terá empresas de diversos segmentos, como bancos e financeiras, telefonia, lojas e recuperadoras de crédito.

No feirão, as empresas irão oferecer descontos e mudanças nos prazos de pagamento de dívidas atrasadas. A negociação será feita online, por e-mail ou chat, ou telefone. Algumas empresas já terão ofertas preestabelecidas, disponibilizando simulação e boletos para a quitação de dívidas.

Ainda segundo a Serasa, 320 mil pessoas, aproximadamente, limparam seus nomes no feirão do ano passado.

Consumidores no vermelho
 

Segundo a Serasa, o número de pessoas com contas em atraso cresceu 1,5% em setembro na comparação com o mesmo mês de 2016, para 60,5 milhões de consumidores. Somadas, as dívidas dessas pessoas chegam a R$ 267,5 bilhões.

O valor médio devido por cada pessoa inadimplente é de R$ 4.422. A maioria das pendências tem relação com dívidas bancárias e de cartão de crédito.

Antes de renegociar

A Serasa recomenda que, antes de tentar negociar uma dívida com o credor, o consumidor faça as contas para saber qual valor de parcelamento caberia em seu orçamento.

Para isso, é preciso calcular todas as despesas fixas da família e somar às dívidas já assumidas. Assim, o consumidor saberá qual é o valor de sobra para pagar o parcelamento da dívida a ser renegociada.

Outra dica é utilizar o 13º salário para ajudar a resolver a situação financeira. “O consumidor deve aproveitar a oportunidade para limpar o nome, renegociando com condições de pagamento que caibam em seu bolso”, diz em nota o diretor de estratégia e gestão Serasa, Raphael Salmi. “Estamos na época de recebimento do 13º salário e, para quem possui o benefício, é recomendável que priorize o pagamento da dívida”, acrescenta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CULTURA
Municípios têm até segunda para assinar adesão à lei Aldir Blanc
CULTURA
Livro sul-mato-grossense é um dos finalistas do Prêmio Jabuti
PESQUISA
Fóssil achado em MG pode revelar novidades sobre dinossauros
QUEIMADAS
Corpo de Bombeiros começa a desmobilizar equipes da "Operação Pantanal II"
CAMAPUÃ
Após perseguição, veículo é apreendido com mais de 1t de maconha
SESSÃO REMOTA
Senado vai fazer sessão especial em homenagem aos médicos nesta segunda
POLÍTICA
Senadora Soraya Thronicke é condecorada com Ordem do Mérito Aeronáutico
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Posto de combustível é autuado por armazenar 3 mil litros de diesel ilegalmente
SAÚDE
Marcos Pontes participa de publicação científica sobre nitazoxanida
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Mídia Ciência relata a história da extração de diamantes em Rochedo

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS