Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Família brasileira de Sean vai pedir ajuda ao governo para visitas

26 dezembro 2009 - 07h00

O advogado Sérgio Tostes, que representa a família brasileira do menino Sean Goldman, de 9 anos, que seguiu para o Estados Unidos com o pai biológico, David Goldman, disse em entrevista nesta sexta-feira (25) que pretende procurar o governo brasileiro para garantir a visitação dos familiares ao menino no exterior.
 
“Queremos que nos sejam dados os mesmos direitos que foram dados ao senhor David Goldman aqui. Por isso, vamos procurar o governo brasileiro. Se não formos atendidos, o que seria impensável, vamos contratar um advogado em Nova York”, afirmou Tostes, que alegou que houve várias irregularidades no processo de transição em que o menino foi entregue ao pai.
 
A entrevista foi concedida no escritório do advogado, onde estavam também os avós, Silvana Bianchi e Raimundo Ribeiro, além do tio Luca Bianchi. Em clima de muita emoção, interrompendo a fala várias vezes com soluços, Silvana disse que sua maior preocupação é garantir o direito de visitar o neto. “A hora que for liberado, pego o avião e vou ao encontro dele. Eu só vou aos Estados Unidos se eu tiver esse direito de visitação garantido”.
 


  Foto: Marcos de Paula / Agência Estado / AE
Silvana Bianchi se emocionou durante a entrevista ao falar do neto: "Não tivemos Natal", disse. (Foto: Marcos de Paula / Agência Estado / AE)


O padrasto não acompanhou a família na entrevista. “Ele está arrasado. Não tivemos Natal. Passamos a noite olhando um para a cara do outro. Nem a televisão quis ligar”, contou Silvana. Segundo ela, logo que encontrou o pai, Sean pediu que ele entrasse num curso para falar português. David concordou. Sean, aos 4 anos já falava inglês, mas perdeu o contato com o idioma e pretende continuar se expressando em português.
 
Chorando muito, Silvana chegou a criticar a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que cassou a liminar que determinava a permanência do menino no Brasil e o afastou da irmã às vésperas do Natal.

“Essa sentença do ministro Gilmar Mendes é desumana. Ele separou dois irmãos. Eu estou com uma bebezinha de 1 ano e cinco meses dentro da minha casa que a toda hora pergunta: ‘Cadê o irmão, cadê o irmão?´ Isso que ele fez foi de uma covardia enorme”, desabafou. “A falta que ele vai sentir dessa irmã...Ela é a ligação dele direta com a mãe que faleceu”.
Avó conta como foi despedida de Sean
Silvana contou também como foi a despedida do menino no Consulado do Rio.
 “Eu subi com o Sean até o segundo andar do consulado onde o David Goldman veio. Conversei com ele e passei todas as minhas preocupações em relação a parte medica do Sean, de alergias. Eu dei um beijo no Sean e disse: ‘Sean, o meu coração e o seu vão estar juntos pra sempre. Disso ninguém separa. O que o meu coração tem dentro e o coração do Sean tem dentro ninguém vai separar, ninguém vai censurar, ninguém vai arrancar como fizeram'. A partir desse momento, nós nos separamos e até agora eu não tive notícia dele”, disse.
 
O Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto não quiseram comentar as declarações de Silvana Bianchi. Na Advocacia Geral da União, ninguém foi encontrado nesta sexta-feira para comentar sobre o caso.
Pai diz que permitirá visitas
Em entrevista concedida à rede de TV norte-americana NBC, que fretou o avião para levar pai e filho para os Estados Unidos, David Goldman disse que, "com o tempo", vai permitir que a avó de Sean o visite nos Estados Unidos: "Vai levar algum tempo, mas não vou negar a ela e a ele se encontrarem", disse Goldman.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos